medalhas-olimpicas-jpg

Uma das novidades da Paralimpíada Rio 2016 é a presença de guizos dentro das medalhas para que os deficientes visuais possam agora “ouvi-las”.

A ideia é que, quanto maior for a conquista do atleta, maior será o número de guizos ouvidos por ele. A medalha de ouro conta com 28 esferas, o que faz com que o som seja mais forte. A de prata possui 20 guizos e a de bronze,16.

Além das esferas, as medalhas dessa Paralimpíada também contam com outra novidade: a frase Rio 2016 Paralympic Games (Rio 2016 Jogos Paralímpicos) está escrita em braile, o mecanismo de leitura dos deficientes visuais.

Onde são feitas as medalhas?

montagem-paralimpica-1-jpg

As medalhas dos Jogos Olimpícos e dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 foram feitas na Casa da Moeda, instituição conhecida por produzir o dinheiro brasileiro.

Para a Paralimpíada, foram produzidas 2.642 medalhas, enquanto, para a Olimpíada, foram feitas 2.488.

O processo de produção de uma medalha é bem longo. Ao todo, são 16 etapas, incluindo laminação, cunhagem, corte, personalização, entre outros.

Medalhas sustentáveis

cunhagem-jpg

Todas as medalhas dos jogos seguem princípios sustentáveis, ou seja, respeitam o meio ambiente. O ouro utilizado, por exemplo, foi retirado de uma mina que não utiliza mercúrio, elemento que traz sérios prejuízos à natureza.

Mais de 50% da prata usada para as medalhas foi reciclada e mais de 40% do cobre usado para as medalhas dos terceiros colocados, foi reciclado.

 

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email