É a maior máquina da Terra e fica nas profundezas das montanhas entre França e Suíça, num túnel circular de 27 km de extensão e 175 km de profundidade.

O Large Hadron Collider (LHC), maior acelerador de partículas do mundo, pretende revelar os mistérios do universo pois seu objetivo é saber o que acontece no mundo das velocidades.

Dentro dele as partículas que compõe os átomos são aceleradas a velocidades próximas à da luz (1079 milhão de km/h).
No trajeto elas batem umas nas outras e os cientistas conseguem ver e quebrar as partículas em milhões de vezes menores que um átomo para ver o que há dentro.

É um gigantesco microscópio.

Mais de 10.000 cientistas e engenheiros criaram o LHC, construído entre 1998 a 2008.
Em 2013 foi fechado mas agora em abril ele voltou a funcionar. 

#‎jornaljoca‬ ‪#‎átomo‬ ‪#‎maiormaquinadomundo‬

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (4)

  • Antonio

    7 anos atrás

    e legal!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Joca

    7 anos atrás

    Bem legal, é a maior máquina do planeta!

  • Eduardo Klein de Figueiredo

    7 anos atrás

    como fusiona

  • Joca

    7 anos atrás

    Oi Eduardo! Essa máquina é bem complexa e envolve muitas áreas da ciência. O Grande Colisor Elétron-Pósitron também é conhecido como a máquina do Big Bang, pois por meio dele os cientistas querem recriar as condições de temperatura e densidade que existiam logo depois do Big Bang. Ele pode chegar a -271,9 ºC. O LHC fica em volta de Genebra, na Suíça e é formado por um enorme tubo circular que tem 26,7 km de comprimento e 7 metros de diâmetro. É subterrâneo e fica a 100 m abaixo do solo. Lá está o maior complexo científico do mundo e alguns dos melhores cientistas. Ele demorou 20 anos para ser construído, custou 10 bilhões de dólares e faz parte da CERN (Organização Europeia para Pesquisa Nuclear), onde a internet foi inventada. A máquina acelera partículas elétricas, (prótons ou núcleos atômicos) que rodam em uma direção do anel a uma velicidade enorme, quase igual a da luz. Acredita-se que nesse acelerador, as partículas dão 11 245 voltas por segundo. Outra partícula é acelerada na direção oposta e, no momento certo, elas batem. Nessa colisão as forças são tão intensas que novas partículas podem ser criadas. Os cientistas acreditam que com isso, eles poderão encontrar partículas que ainda não foram observadas e, com isso vão entender melhor o Universo. Obrigada e continue a escrever para o Joca.

Compartilhar por email