As equipes CNB e INTZ se enfrentam na final do CBLoL 2016 (Foto: Divulgação/Riot Games)

A grande final do Mundial League of Legends’ acontece no próximo sábado (29), em Los Angeles (EUA). Pelo terceiro ano seguido game online terá duas equipes da Coreia do Sul disputando o campeonato.

Equipe SK Telecom T1, do astro ‘Faker’ (no destaque), poderá ser tricampeã mundial de ‘League of Legends’ (Foto: Divulgação/Riot Games)

As equipes SK Telecom T1 e Samsung Galaxy vão disputar a final do Campeonato Mundial de “League of Legends” de 2016.

Depois de vencer a ROX Tigers e a H2K neste final de semana, elas se classificaram para a decisão no próximo sábado (29), em Los Angeles (EUA).

Com isso, o campeão do mundo de “League of Legends” será da Coreia do Sul pelo quarto ano seguido.

A SK Telecom T1 ainda pode se tornar a primeira tricampeã mundial do game online (2013 e 2015) e a primeira a conquistar dois torneios consecutivos.

BRASIL

O Brasil teve a equipe INTZ, campeã do CBLoL 2016, representando o país no mundial. Porém, a equipe brasileira saiu na primeira fase do torneio. Os brasileiros perderam as as partidas e terminaram em último lugar do seu grupo.

‘League of Legends’: fenômeno mundial

Pain Gaming foi vencedora do CBLoL 2015 (Foto: Divulgação/Riot Games)

Lançado em 2009, o game se tornou o maior do gênero Moba, com arenas de batalhas multiplayer online.

Hoje o jogo tem mais de 67 milhões de jogadores ativos por mês.

O game superou World of warcraft” ou “Counter strike” e está no topo das listas de jogos mais populares.

Os 22 milhões de usuários da rede social de jogadores Raptr ficam quase 23% de seu tempo no game — “Counter strike: Global offense”, segundo mais popular, atingia apenas 6,8%.

Em 2015, “League of legends” faturou, para a Riot, cerca de US$ 1,6 bilhão (R$ 5,3 bilhões)

O game é o mais rentável do mundo, uma marca notável para um jogo gratuito, que sobrevive com a venda de itens, personagens ou artigos meramente cosméticos dentro do próprio sistema.

Em 2015, os eSports geraram US$ 278 milhões (R$ 918 milhões), segundo a empresa de pesquisas Newzoo, que estima que em 2018 a cifra deve chegar a US$ 765 milhões (R$ 2,5 bilhões) — um crescimento anual de mais de 40%.

As empresas investem cada vez mais nas competições. Em 2015, a final do campeonato foi no estádio do Palmeiras, com  12 mil pessoas no local e 840 mil assistindo online.

Os atuais campeões levaram US$ 1 milhão (R$ 3,3 milhões).

No modo mais popular do game, os combatentes enfrentam pequenos soldados enviados pelos adversários e cumprir objetivos para evoluir seus personagens e destruir a base do outro time.

Com diferentes poderes e funções, cada herói proporciona diferentes emoções durante as partidas, que chegam ao ápice quando as duas equipes se encontram e travam batalhas surpreendentes até para os jogadores mais experientes.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (2)

  • EE Henrique Dumont Villares

    3 anos atrás

    Olá pessoal do jornal Joca meu nome é Marco e eu amo League of Legends!(LoL)muito obrigado pela publicação!

  • Jornal Joca

    3 anos atrás

    Que bom que você gostou, Marco. E continue bem informado lendo as notícias do Joca ;-)

Compartilhar por email