Vende geleias
“Minha mãe fazia geleia de morango para a gente comer e eu ficava olhando. Às vezes, ajudava a cortar as frutas. Quando decidi vender geleias para ganhar um pouco mais de dinheiro, ela me ensinou a preparar. Comecei no condomínio, e as pessoas passaram a compartilhar com amigos, que viraram clientes. Na segunda semana, vendi umas 40 geleias.” Thomas G., 10 anos, São Paulo (SP)

Confecção de pulseiras
“Eu sempre gostei de fazer artesanato. Na quarentena, fiquei pensando em como ocupar meu tempo e resolvi pesquisar. Descobri a arte do macramê [técnica de confecção a partir de nós diferentes] e comprei os materiais com um dinheiro que eu tinha guardado. Aprendi a fazer as pulseiras a partir de tutoriais e hoje vendo para a família e amigos. Pretendo que outras pessoas conheçam meu trabalho.” Maria Eduarda H., 14 anos, Barueri (SP)

Atividade colorida
“Vi um vídeo de uma pessoa fazendo camisetas tie-dye [‘amarrar e tingir’, em inglês, técnica que cria uma estampa colorida] e quis fazer também. Gosto muito porque mexe com tintas e cores, coisas que eu adoro. Todo o dinheiro das vendas coloco em um cofrinho. Estou juntando porque quero muito ir para a Disney.” Rafaela S., 6 anos, de São Caetano do Sul (SP)

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 160 do jornal Joca.

Enquete

O que você mais tem feito pela sua saúde mental durante a pandemia?

Comentários (0)

Compartilhar por email