Bombeiros ficaram em primeiro lugar no ranking

Uma pesquisa encomendada pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial mostrou que os bombeiros são considerados pelos jovens brasileiros, os profissionais mais éticos. Segundo o dicionário Michaelis, ética é o “conjunto de valores e princípios de comportamento de uma pessoa ou de um grupo”.

No estudo, que ouviu brasileiros entre 14 e 24 anos, os entrevistados tinham que dar nota para os profissionais de diversas áreas. Na média, os bombeiros ficaram com 8,7, seguidos pelos professores, com 8,5, e os militares, com 8,0.

Para os jovens, os profissionais menos éticos são os políticos, que receberam nota 2,2.

Professores aparecem em segundo lugar na lista.

Além disso, também foi questionado o comportamento ético dos próprios jovens participantes da pesquisa. Dos entrevistados, 63% disseram que tentam ser éticos no dia a dia. No entanto, 52% afirmaram ter o hábito de comprar produtos piratas, aqueles que são vendidos ilegalmente.

Ao responderem perguntas sobre as pessoas com quem convivem diariamente, as avaliações ruins foram altas. Para 57% dos jovens ouvidos pela pesquisa, os familiares são pouco ou nada éticos.

Os amigos também não foram muito bem avaliados. Ao todo, 74% dos jovens acham que os colegas não são éticos.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email