O público está autorizado a retornar presencialmente aos estádios nas partidas da série A masculina do Campeonato Brasileiro desde 2 de outubro. A decisão foi tomada em uma reunião entre o Conselho Técnico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e 19 dos 20 clubes do torneio. No encontro, em 28 de setembro, apenas dois times foram contrários à decisão: o Athletico Paranaense e o Flamengo, que não participou da reunião. Em nota oficial, o clube carioca defendeu que “não cabe à CBF ou aos clubes coletivamente” discutir e tomar decisões sobre a existência de público nos estádios.

A porcentagem de torcedores que poderão assistir às partidas vai depender da determinação de cada cidade. Em municípios onde as prefeituras não autorizaram torcedores nos estádios, como Salvador (BA) e Santos (SP), os jogos foram adiados.

A série B do campeonato foi a primeira a permitir que o público visse os jogos presencialmente, em 19 de setembro (saiba mais na edição 177). Já a série D começou a receber os torcedores no início das oitavas de final, em 25 de setembro, e a série C passou a ter público também em 2 de outubro.

Fontes: Agência Brasil, Band, CBF, DCI e ESPN.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 178 do jornal Joca

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email