Foto: José Cruz/ Agência Brasil (19/04/2010)

O ex-presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), João Havelange, morreu na terça-feira (16), no Hospital Samaritano do Rio. Ele estava internado desde julho para fazer um tratamento contra uma pneumonia.

Havelange completou 100 anos de idade no dia 8 de maio.

O brasileiro foi um dos dirigentes mais conhecidos do esporte mundial. Ele renunciou ao cargo de presidente de honra da Fifa em 2013 e deixou de ser membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) por ter sido muito criticado.

Havelange foi atleta olímpico de natação e polo aquático. Foi eleito presidente da Fifa em 1974 e ficou no cargo até 1998, quando foi substituído pelo suíço Joseph Blatter. Joseph também deixou a presidência após ser acusado de corrupção em uma operação que levou vários diretores à prisão, inclusive o brasileiro José Maria Marin.

A Fifa afirma que Havelange comandou alterações importantes quando era presidente e também promoveu o aumento no número de países na Copa do Mundo (de 16 para 32).

Ele também ajudou a criar novas competições de futebol como mundiais Sub-17 e Sub-20, a Copa das Confederações e a Copa do Mundo feminina. O número de funcionários da Fifa aumentou de 12 para 120 na gestão de Havelange. Ele  organizou seis Copas do Mundo.

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email