Foto: José Cruz/ Agência Brasil (19/04/2010)

O ex-presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), João Havelange, morreu na terça-feira (16), no Hospital Samaritano do Rio. Ele estava internado desde julho para fazer um tratamento contra uma pneumonia.

Havelange completou 100 anos de idade no dia 8 de maio.

O brasileiro foi um dos dirigentes mais conhecidos do esporte mundial. Ele renunciou ao cargo de presidente de honra da Fifa em 2013 e deixou de ser membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) por ter sido muito criticado.

Havelange foi atleta olímpico de natação e polo aquático. Foi eleito presidente da Fifa em 1974 e ficou no cargo até 1998, quando foi substituído pelo suíço Joseph Blatter. Joseph também deixou a presidência após ser acusado de corrupção em uma operação que levou vários diretores à prisão, inclusive o brasileiro José Maria Marin.

A Fifa afirma que Havelange comandou alterações importantes quando era presidente e também promoveu o aumento no número de países na Copa do Mundo (de 16 para 32).

Ele também ajudou a criar novas competições de futebol como mundiais Sub-17 e Sub-20, a Copa das Confederações e a Copa do Mundo feminina. O número de funcionários da Fifa aumentou de 12 para 120 na gestão de Havelange. Ele  organizou seis Copas do Mundo.

Enquete

De qual capa do Joca em 2022 você mais gostou até agora?

Comentários (0)

Compartilhar por email