O Conselho de Ministros da Itália aprovou, essa semana, um benefício para as famílias de baixa renda do país. O auxílio é parecido com o Bolsa Família, distribuído no Brasil.

Com a medida, cerca de 400 mil famílias receberão 485 euros por mês (em torno de R$ 1,8 mil). O valor depende do número de integrantes e da renda mensal da família.

O benefício entrará em vigor a partir de janeiro de 2018 e visa combater a pobreza e exclusão social.

Só poderá receber a Renda de Inclusão (REI) quem comprovar a situação familiar e aderir a um projeto de ativação no mercado de trabalho.

Terão prioridade as famílias com filhos menores de idade, aposentados com mais de 65 anos e desempregados.

Bolsa família

No Brasil, o Bolsa Família foi criado no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para unificar outros três benefícios: Bolsa Escola, Bolsa Alimentação e Auxílio Gás.

O Bolsa Família é um auxílio direcionado às famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza em todo o país, com renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 170. O valor médio do benefício é R$ 179,73.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), em agosto, 828 mil famílias passaram a contar com o benefício. Ao todo, o Bolsa Família beneficia quase 13,5 milhões de famílias em todo o país, e gera o custo de R$ 2,4 bilhões aos cofres públicos.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email