Dois meses após as últimas eleições (saiba mais na edição 129 do Joca), os israelenses terão que retornar às urnas, em setembro, para votar no partido de sua preferência, formando um novo Knesset (como é chamado o parlamento de lá).

Nas últimas eleições, dois partidos empataram nos votos e Benjamin Netanyahu foi o escolhido pelo presidente do país, como primeiro-ministro. Mas ele não conseguiu o apoio necessário para formar o governo. De acordo com as leis de Israel, para que o premiê assuma o poder é necessário que tenha o apoio da maioria dos parlamentares.

Como o Knesset possui 120 membros, Netanyahu precisaria de ao menos 61 aliados. Até 29 de maio, prazo estipulado, ele tinha conseguido 60 apoiadores. Por isso, novas eleições foram convocadas.

Benjamin Netanyahu / #pracegover: Benjamin Netanyahu aparece diante de um fundo preto com escritos e símbolos em amarelo. Ele discursa usando um terno cinza, camisa branca e gravata azul clara. Benjamin Netanyahu é branco e tem cabelos grisalhois. Crédito: Amir Levy/Getty Images.

Netanyahu foi a favor da decisão. Já o líder da oposição, Benny Gantz, defendeu que o governo deveria ser transferido para o partido Kachol-Lavan (em hebraico, “azul e branco”, as cores da bandeira israelense), que estava no empate das eleições anteriores, m as sua proposta não foi acatada.

Correspondente internacional

#pracegover: Tally usa blusa azul e calça jeans. Ela tem pela clara e cabelos compridos, cacheados e negros. Tally está ajoelhada na areia da praia, no pôr-do-sol. Ela está sorrindo e abraçada com seu cão, que tem pelos branco e preto. Crédito: arquivo pessoal

“Toda vez que fazemos eleições novas, Israel gasta milhões de shekels [moeda local] que deveriam ser investidos em nós, o povo. Infelizmente, em vez de ter eleições a cada quatro anos, o governo não resiste em média nem dois anos e meio! É um custo absurdo. O próprio eleito, Bibi, não concorda em fazer acordos com outros partidos que ajudariam a formar o governo. Por isso, o povo sofre por guerras de orgulho dos políticos, que acontecem muito por aqui”, Tally A., 17 anos, de Kefar Saba, Israel.

Fontes: El País, G1 e Jornal Metro.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 133 do jornal Joca.

Enquete

Como você está participando dos 10 anos do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email