incendio_2_1

Um incêndio florestal na terra indígena Arariboia, no Maranhão, onde vivem 12 mil Guajajaras e cerca de 80 índios isolados do povo Awá-Guajá já dura dois meses e é o maior já registrado em terras indígenas no Brasil, segundo o Greenpeace.

area-devastada-por-incendio-em-reserva-indigena-no-maranhao-1445646039646_615x300
Até um mês atrás o Greenpeace calculava que o incêndio tinha destruído cerca de 45% da área de proteção ambiental – 413 mil hectares – em Arariboia.

28out2015---foto-aerea-mostra-incendio-florestal-na-terra-indigena-arariboia-no-maranhao-onde-vivem-12-mil-guajajaras-e-cerca-de-80-indios-isolados-do-povo-awa-guaja-1446036783039_300x300
Cerca de 230 agentes do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) tentam apagar o fogo. Desses, 58 são indígenas.

Net_Foto_2_-_Incendio_Arariboia
O trabalho tem sido apoiado por três helicópteros e dois aviões e até o governo do Chile enviou ajuda.

queimadas2
Os chilenos mandaram 20 mil litros de material para ser usado contra o incêndio. O produto já está na base do Ibama, no Maranhão.

Parte do incêndio é causada por madeireiros que roubam madeira de maneira ilegal na região.

 

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email