corredor Aos 56 anos, James Robertson percorria 34 quilômetros para chegar  ao trabalho todo dia. Apesar de o percurso até a fábrica em que  trabalha como montador de carros nos Estados Unidos ter uma  parte  coberta por ônibus, o homem tinha que fazer o trajeto restante  a pé.

A história dele foi divulgada pelo jornal Detroit Free Press e mobilizou  centenas de pessoas. O estudante Evan Leedy, de 19 anos, por  exemplo, criou um site de financiamento coletivo (crowdfunding) e,  em uma semana, conseguiu juntar R$ 840 mil. Outras pessoas se  voluntariaram a dar bicicleta ou carona a Robertson, mas a surpresa
mesmo veio no dia 7 de fevereiro, quando o andarilho ganhou um automóvel Ford Taurus.
Robertson começou a fazer o percurso a pé depois que o carro que tinha parou de funcionar. Em 12 anos de trabalho, nunca se atrasou para chegar à Schain Mold e Engineering, fábrica de automóveis de Detroit.

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email