Ter sensação de cansaço toda hora é um problema. Sono, canseira, dor de cabeça não são sintomas raros no dia-a-dia de muita gente.

O que pouca gente sabe é que esses podem ser apenas alguns sinais de que você está com maus hábitos e que o problema pode ter como origem a má alimentação.

A falta de energia e  de disposição tem muito a ver com os descuidos alimentares e para repor as energias e aguentar as tarefas da escola e de fora dela. Para ter pique, é preciso mais do que uma xícara de café com leite, é preciso adaptar o cardápio.

Existem alguns alimentos naturais capazes de recarregar as baterias e aumentar não apenas a disposição como também o poder de concentração e produtividade, é o caso das gorduras saudáveis, alimentos ricos em ferro e lanches inteligentes  que podem ajudar a combater a fadiga. O Dr. Patrick Rocha, médico que criou os populares programas “Diabetes Controlada” e “Emagreça com Dr. Rocha”, compartilhou 6 hábitos alimentares capazes de aumentar a energia naturalmente, sem químicas e industrializados. Confira:

1. Inclua ovos na sua refeição

A gema do ovo é naturalmente rica em vitaminas do complexo B, que são responsáveis por converter alimentos em energia. Além disso, o ovo contém vitamina D para manter os ossos fortes e é considerado uma das melhores fontes de proteína. Ao invés de começar o dia comendo pães e bolos, experimente incluir ovos mexidos ou uma omelete. 

2. Faça refeições mais leves a noite


Eu sei que você está achando que essa é uma das dicas mais conhecidas, mas vale lembrar que não segui-la pode comprometer não somente uma noite de sono, mas também qualidade do próximo dia. Quando você come demais a noite, o seu corpo gasta a maior parte de sua energia na digestão e você adorme mal. Por essa razão é importante limitar os carboidratos e optar por uma refeição cheia de proteínas, como o atum, frango ou uma carne grelhada e folhas verdes. Assim, você se alimenta e acorda com mais disposição para começar o dia.

3. Na medida certa nozes e amêndoas são super nutritivas e dão saciedade

Ricas em vitaminas, as amêndoas e nozes são considerados superalimentos por conter diversas propriedades nutritivas. A orientação é consumir pequenas porções, seja como petisco ou na salada.

4. Hidrate-se bem, sempre


O nível de energia e disposição do seu corpo, tem tudo a ver com o seu estado de hidratação. Muita gente não sabe, mas a desidratação é diversas vezes o maior responsável pelos sintomas de fadiga. A água é responsável pelo transporte de todos os nutrientes no sangue, e também por ser livrar do acúmulo de substâncias intoxicantes. Sem água suficiente, o corpo não consegue metabolizar os alimentos de forma correta. Portanto, é essencial beber muita água durante todo o dia.

5. Brócolis, uma arvorizinha nutritiva

Este vegetal é tudo de bom. Rico em vitamina C, fibras, ferro, beta-caroteno e antioxidantes, o nosso amigo verde contém também cromo, que ajuda a regular o açúcar no sangue, mantendo os níveis de energia constante. Para ter certeza de obter todos esses super benefícios, cozinhe apenas levemente o brócolis, por no máximo 5 minutos.

6. Frutas antioxidantes: Blueberries e frutas vermelhas


Gosta de beliscar o tempo todo? Experimente incluir frutas e pouco a pouco retire dos seus hábitos os biscoitos, barrinhas de cereal açucaradas e bolos.  As frutas vermelhas são antioxidantes naturais de alta potência e trazem diversos benefícios para o organismo. Elas oferecem fitoquímicos que combatem inclusive doenças. Ricas em vitamina C, Blueberries e frutas vermelhas em geral fornecem também fibras.

Saiba mais: O médico Patrick Rocha (CRM-CE 8561) é palestrante, pesquisador e apaixonado por saúde e nutrição. Dr. Rocha é Presidente do Instituto Nacional de Estudos da Obesidade e Doenças Crônicas (INEODOC) e autor dos treinamentos “Emagreça com o Dr Rocha” e “Programa Diabetes Controlada”.

Visite o site: www.drrocha.com.br

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (1)

  • bruna

    1 mês atrás

    adorei

Compartilhar por email