Um golfinho albino ultra raro, foi visto nadando com seu grupo na Baía de Monterey, na Califórnia.

Ele foi visto por Kate Cummings, naturalista da empresa Blue Ocean Whale Watch, que organiza passeios para observar baleias na região. Ela acredita que o golfinho é o mesmo que foi visto em 2015, por causa de marcas na nadadeira.

Josh McInnes, pesquisador da Marine Life Studies, disse que é muito raro que um animal albino sobreviva por tanto tempo.

O albinismo foi observado em mais de 20 espécies de mamíferos oceânicos, de acordo com a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), mas parece ser raro em golfinhos.

Não se acredita que golfinhos albinos sejam inerentemente mais fracos ou menos capazes do que os golfinhos regulares mas, sem pigmentação, eles são alvos fáceis de predadores e, além disso, o albinismo traz várias complicações de saúde, como problemas de visão e extrema sensibilidade  à luz do Sol.

Veja o vídeo:




Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (2)

  • Alyx Martins dos Santos

    4 anos atrás

    realmente o diferente sempre causa espanto ou curiosidade, é muito interessante saber que devemos preservar tudo que é pelo olhos humanos "diferente". Possamos pensar que tudo que observamos na natureza é importante para nossa sobrevivência, e saber que eles também necessita do nosso carinho e proteção. Maravilhoso a criação de DEUS. Eu creio.

  • Joca

    4 anos atrás

    Isso mesmo, Alyx! Continue a ler o Joca para ficar sempre bem informada! =)

Compartilhar por email