Queda da Bastilha

Hoje a França comemora 227 anos da queda da Bastilha, um evento decisivo para o início da Revolução Francesa de 1789.

A Bastilha era uma fortaleza construída em 1370, utilizada pela monarquia francesa para prender criminosos, intelectuais e nobres que eram contra a monarquia, sua política ou mesmo à religião católica.

A monarquia francesa assistiu ao seu declínio no dia 14 de julho de 1789, quando o símbolo do regime absolutista, a Bastilha, foi tomado pela população, que exigia reformas no sistema político do país.

O clima no país estava tenso, muita gente não concordava com a forma de governo. O rei enriquecia às custas dos mais pobres, construía palácios enormes como o de Versalhes. A população que não tinha alimentos e tinha que pagar muitos impostos.

Palácio de Versailles

Então o povo de Paris invadiu a fortaleza em 14 de julho de 1789 e resgatou as armas, ocupando um lugar que era símbolo da monarquia absolutista.

Então o dia 14 ficou marcado como o auge da Revolução Francesa.

As revoluções populares, iniciadas por causa da fome generalizada da população, culminaram no dia 14 de julho de 1789, quando os “comuns” decidiram se armar contra seus governantes.

Depois da Queda da Bastilha, a Assembleia Constituinte aprovou a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, inspirada na declaração norte-americana. Entre outros, ela defende a liberdade de expressão, afirmando que todos podem falar, escrever e registrar livremente seus pensamentos, devendo, porém, responder pelos abusos desta liberdade.

Até hoje, o 14 de julho é o feriado nacional na França.

Enquete

Como você está participando dos 10 anos do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email