A Forbes, revista americana que trata do mundo dos negócios, divulgou a lista com as dez atletas mais bem pagas no último ano. Entre elas, oito são tenistas.

Serena Williams é a primeira do ranking Forbes

As únicas que não fazem parte do esporte são Danica Patrick, do automobilismo, e Ronda Rousey, lutadora.

Os valores divulgados pela publicação incluem salário, premiação em dinheiro, patrocínio e outros bônus recebidos entre junho de 2016 e junho deste ano.

Danica Patrick, do automobilismo

A campeã em rendimentos é Serena Williams. A tenista norte-americana é recordista em títulos de Grand Slam – ao todo são 23 – e ocupou o topo da lista da Forbes pela primeira vez em 2002, aos 20 anos. Grávida, Serena está afastada dos torneios, mas ainda assim seus rendimentos durante o período avaliado foram de US$ 27 milhões, duas vezes mais do que qualquer outra atleta do mundo.

Ronda Rousey, do MMA

A segunda colocada do ranking, com 12,6 milhões de dólares, é a tenista alemã Angelique Kerber, que terminou 2016 como a jogadora número 1 do WTA Tour, entidade internacional que organiza as competições do esporte.

Danica Patrick (US$ 12,2 milhões) e Ronda Rousey (U$S 11 milhões) são as mulheres fora do circuito do tênis que aparecem no TOP 10 da Forbes, ocupando os 3º e 4º lugares, respectivamente.

Confira as outras atletas que completam a lista:

Venus Williams – Estados Unidos
Ganho total: US$ 10,5 milhões

Garbine Muguruza – Venezuela/Espanha
Ganho total: US$ 7,7 milhões

Caroline Wozniacki – Dinamarca
Ganho total: US$ 7,5 milhões

Agnieszka Radwanska – Polônia
Ganho total: US$ 7,3 milhões

Eugenie Bouchard – Canadá
Ganho total: US$ 7,1 milhões

Simona Halep – Romênia
Ganho total: US$ 6,2 milhões

Enquete

De qual capa do Joca em 2022 você mais gostou até agora?

Comentários (0)

Compartilhar por email