Diversos estados começaram a se planejar para reabrir as escolas. A discussão, porém, é polêmica. Por um lado, há quem defenda que a situação da pandemia em seu estado está mais controlada, o que permitiria o retorno com medidas de segurança. Por outro, há quem afirme ser cedo para isso, pois haveria mais chances de alunos e funcionários se contaminarem nas escolas do que em casa. O Joca procurou pelas entidades responsáveis pela educação — para o ensino privado e público — em cada estado. Confira o levantamento

Acre
Escolas públicas: retomada prevista para 8 de setembro na rede estadual.
Escolas particulares: sem data prevista.

Amazonas
Escolas públicas:
sem data prevista na rede estadual.
Escolas particulares: na capital, Manaus, aulas retomadas em 6 de julho (saiba mais no box).

*Após o fechamento desta edição, o governo anunciou uma data para a retomada das aulas na rede estadual de Manaus. Saiba mais aqui.

Goiás
Escolas públicas:
sem data prevista na rede estadual.
Escolas particulares: o Joca não teve resposta de representantes do setor.

Distrito Federal
Escolas públicas:
retorno previsto para ser gradual durante setembro, começando pelo ensino médio.
Escolas particulares: a retomada seria em 27 de julho, mas foi suspensa pelo Tribunal do Trabalho da 10ª Região (TRT10), sob argumento de não ser segura — nos últimos dias, o DF tem apresentado um número grande de novos casos de covid-19.

Rondônia
Escolas públicas:
sem data prevista na rede estadual.
Escolas particulares: o Joca não teve resposta de representantes do setor.

Mato Grosso
Escolas públicas:
sem data prevista na rede estadual.
Escolas particulares: o Joca não teve resposta de representantes do setor.

Mato Grosso do Sul
Escolas públicas:
sem data prevista na rede estadual.
Escolas particulares: o Joca não teve resposta de representantes do setor

Santa Catarina
Escolas públicas estaduais e particulares:
retomada prevista para 8 de setembro.

Roraima
Escolas públicas estaduais e particulares:
o Joca não teve resposta de representantes do setor.

Amapá
Escolas públicas:
sem data prevista na rede estadual.
Escolas particulares: o Joca não teve resposta de representantes do setor.

Piauí
Escolas públicas estaduais e particulares:
retomada prevista para setembro.

Maranhão
Escolas públicas:
retomada prevista para 3 de agosto na rede estadual.
Escolas particulares: retomada prevista para 3 de agosto.

Tocantins
Escolas públicas:
retomada prevista para setembro na rede estadual.
Escolas particulares: o Joca não teve resposta de representantes do setor.

Sergipe
Escolas públicas estaduais e particulares:
o Joca não teve resposta de representantes do setor.

Rio de Janeiro
Escolas públicas:
sem data prevista na rede estadual.
Escolas particulares: na capital, as aulas devem ser retomadas para o 4º, 5º, 8º e 9º ano em 3 de agosto. Pesou para a escolha dessas séries o fato de serem “anos de transição”, prestes a entrar em uma nova etapa de ensino.

São Paulo
Escolas públicas estaduais e particulares:
retomada prevista para 8 de setembro.

Sem previsão de retomada nas redes estaduais e privada: AL | BA | CE | ES | MG | PA | PB | PE | PR | RN | RS

Retomada em Manaus
A capital do Amazonas foi a primeira do país a permitir a reabertura de escolas — por enquanto, só na rede privada. O pico da doença no estado (ou seja, o pior cenário registrado) ocorreu em maio e há queda do número de casos e mortes nas últimas semanas. O governo estadual recomenda medidas de segurança, como: distanciamento entre as carteiras; revezamento de horários para entrada, saída, alimentação e intervalo; controle da temperatura de alunos e funcionários; uso de máscara; proibição de atividades em grupo.

O que eu penso sobre…

#pracegover: Bruno usa camiseta na cor laranja. Foto: arquivo pessoal


“Fiquei curioso para saber como seria o novo sistema. Colocaram uma pia logo na entrada para lavarmos a mão. Fui direto para a sala de aula, não pude ficar no pátio como usualmente. Mantive distância dos colegas e dos professores. Tive que usar máscara e trocá-la a cada duas aulas. Foi proibido emprestar qualquer material para os colegas. São medidas necessárias para o momento.” Bruno M., 14 anos, de Manaus (AM)

Fontes: Agência Brasil, G1, secretarias de educação dos estados e UOL

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 153 do jornal Joca

Enquete

Na sua opinião, até agora, qual foi o fato mais importante de 2020 (além da pandemia do novo coronavírus)?

Comentários (7)

  • Gabriel Moncau Gil Pereira

    1 mês atrás

    Joca é incrivel

  • Joao pedro

    1 mês atrás

    legal mais irritante

  • Nicolas

    1 mês atrás

    Achei legal

  • Leticia Alves

    1 mês atrás

    legal mas triste

  • Renata

    1 mês atrás

    que legal ;)

  • Renata

    1 mês atrás

    Gostei muinto legal ;)

  • Kalel Almada

    1 mês atrás

    Gostei,interessante

Compartilhar por email