Conheça a origem e curiosidades sobre a principal premiação de cinema do mundo.

#pracegover: estatueta do Oscar, em formato de homem, na cor dourada, com base preta. Crédito de imagem: Scott Olson/Getty Images.

Origem
Em 1929, a Academia das Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, nos Estados Unidos, decidiu criar o Oscar, uma premiação para os melhores filmes lançados a cada ano e os artistas que participam deles. Desde a primeira edição, os vencedores são anunciados em uma tradicional cerimônia. A primeira durou 15 minutos, enquanto as de hoje levam cerca de três horas.

Por que se chama Oscar?
Não se sabe exatamente o motivo do nome Oscar, mas não faltam lendas para explicar a origem. Confira algumas delas:

TIO OSCAR: a lenda mais popular conta que, ao ver a estatueta da premiação, Margaret Herrick, secretária executiva da Academia na época da criação do prêmio, espantou-se e disse: “Parece meu tio Oscar!”.

MARIDO DE CELEBRIDADE: de acordo com a atriz Bette Davis, ela mesma foi quem criou o nome ao dizer que o troféu parecia marido dela, o trompetista Harmon Oscar Nelson.

#pracegover: a atriz Bette Davis aparece em imagem em preto e branco. Ela usa cabelo preso no topo da cabeça e vestido sem manga. Está sentada, com os braços apoiados em uma poltrona. Há uma pulseira em cada braço e um anel na mão direta. Crédito da imagem: divulgação.

APELIDO NA MÍDIA: muitos acreditam que quem deu o nome foi o colunista Sidney Skolsky, que usou o termo na imprensa em 1934.

#pracegover: Sidney Skolsky aparece em imagem em preto e branco. Ele está sentado, veste terno e gravata escuros, além de camisa clara. Ele está apontando para um caderno enquanto olha para o lado e conversa com uma mulher. Sidney usa óculos. Crédito da imagem: divulgação.

As categorias
O Oscar é dividido em 24 categorias. A de melhor filme é a principal. Ao lado, entenda as diferenças entre algumas delas:

MELHOR ATOR: premia o ator que mais se destacou em um papel principal X MELHOR ATOR COADJUVANTE: leva o prêmio quem se saiu melhor em um papel secundário (ou seja, que não é o principal).

MELHOR FOTOGRAFIA: escolhe o filme que teve as cenas com as melhores cores, iluminação e outros fatores técnicos X  MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO: premia o visual como um todo, incluindo cenário e objetos decorativos, por exemplo.

Melhores animações
A categoria melhor animação surgiu em 2002, com Shrek como vencedor, mas, em 1939, Branca de Neve e os Sete Anões levou a estatueta em um prêmio honorário (uma homenagem), por ser considerada uma inovação para o entretenimento.

As outras animações premiadas na categoria de melhor animação foram:
2003: A Viagem de Chihiro
2004: Procurando Nemo
2005: Os Incríveis
2006: Wallace e Gromit – A Batalha dos Vegetais
2007: Happy Feet: O Pinguim
2008: Ratatouille
2009: Wall-E
2010: UP – Altas Aventuras
2011: Toy Story 3
2012: Rango
2013: Valente
2014: Frozen – Uma Aventura Congelante
2015: Operação Big Hero
2016: Divertida Mente
2017: Zootopia – Essa Cidade É o Bicho
2018: Viva – A Vida É uma Festa

Como os vencedores são escolhidos?
Todos os anos, cada um dos cerca de 6 mil membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas faz uma lista com os filmes de que mais gostou para cada categoria, por ordem de preferência. As produções que mais aparecerem são escolhidas para compor a lista dos indicados. Depois, os membros da Academia que quiserem participar da eleição escolhem apenas um dos indicados em cada categoria. Os mais votados são anunciado na cerimônia do Oscar.

Fontes: Canaltech, G1, Superinteressante e Vogue.

Texto publicado originalmente na edição 126 do jornal Joca.

Enquete

Qual é o acontecimento mais esperado de 2020?

Comentários (0)

Compartilhar por email