Crédito de imagem: Evrymmnt/Getty Images/reprodução

O cão, também conhecido popularmente pelo nome de cachorro no Brasil, tem o nome científico Canis lupus familiaris, e esta é a única espécie de cachorro doméstico que existe. Algumas teorias afirmam que os cães foram domesticados pelos seres humanos há pelo menos 20 mil anos. Eles são descendentes dos lobos que viviam na Europa.

As pessoas do passado tiveram contato com lobos que se aproximavam das aldeias e passaram a criá-los, já que existiam vantagens para as duas partes. Os lobos aproveitavam os alimentos oferecidos pelos seres humanos e esses utilizavam os lobos para caçar cervos, porcos-selvagens e outros animais que faziam parte da alimentação das pessoas. Além disso, os lobos ofereciam proteção contra a presença de animais selvagens e tribos inimigas.

Ao longo dos séculos e pela domesticação desses lobos, os cientistas passaram a realizar o que nós chamamos de seleção artificial, cruzando os animais conforme seu interesse, escolhendo as características físicas e o comportamento dos animais. Assim surgiram as raças, que são variações de uma mesma espécie de cachorro, a Canis lupus familiaris.

As raças caninas são muito variadas, com tamanhos, cores e pelagens específicas. Atualmente, existem clubes e federações mundiais que classificam as raças de cães conforme suas características e padrões. A instituição mais reconhecida no mundo todo é a Federação Cinológica Internacional (FCI) sediada na Bélgica, que tem uma filial no Brasil, chamada Confederação Brasileira de Cinofilia.

Até 2018, eram reconhecidas, ao todo, 344 raças de cães, mas alguns especialistas afirmam que podem existir mais de 400 espalhadas por todo o mundo.

As raças estão separadas de acordo com seu padrão em dez grupos diferentes, além de um grupo de raças com registro provisório (ou seja, que ainda não são reconhecidas internacionalmente). São eles:

  1. Pastores e boiadeiros (exceto suíços)
  2. Pinscher, schnauzer, molossos e boiadeiros suíços
  3. Terriers
  4. Dachshunds
  5. Spitz e tipo primitivo
  6. Sabujos e rastreadores
  7. Cães de aponte
  8. Retrievers, levantadores e de água
  9. Cães de companhia
  10. Galgos e lebreiros

E, claro, não podemos esquecer do nosso vira-lata, chamado oficialmente de Sem Raça Definida (SRD). Como o próprio nome diz, ele não tem uma só raça, e sim uma mistura de duas ou mais em sua linhagem. Os vira-latas também têm os lobos como antepassados.

Pergunta enviada pela leitora Isadora S., 10 anos, de Campinas (SP).

Tem alguma dúvida sobre o mundo animal? Mande sua pergunta para nós: joca@magiadeler.com.br.

Conheça o canal do biólogo Guilherme Domenichelli.

*ESSA MATÉRIA FOI ATUALIZADA EM 28 DE JUNHO, ÀS 16H.

Ixi! Você bateu no paywall!

Ainda não é assinante? Assine agora e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Joca.

Assinante? Faça Login

Voltar para a home

Ou faça sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo do Joca

Assine

Enquete

Sobre qual assunto você gosta mais de ler no portal do Joca?

Comentários (3)

  • Victor Magnavita

    1 mês atrás

    muito loco!!!!!!!!!!!!!!

  • SME_Pauliceia_aluno10 SME_Pauliceia_aluno10

    1 mês atrás

    Gostei MUITO do jornal, pois fala sobre muitas coisas que não sabia do cachorro. Fiquei muito surpreso ao saber que o nome do cachorro é Canis Lupus familiaris e também que o cães foram domesticado pelos homens a cerca de 20 mil anos atrás. Achei a noticia muito boa, e gostaria que colocassem uma matéria sobre quais são as doenças que os cachorros podem pegar. Aluno do 5 ano b

  • aluno_somar7 aluno_somar7

    2 meses atrás

    uau

Compartilhar por email

error: Contéudo Protegido