Os pinguins são aves muito diferentes. Eles não sabem voar, mas são excelentes nadadores. São animais carnívoros e se alimentam quase exclusivamente de peixes. Um dos principais benefícios dessa alimentação é que a gordura dos peixes é absorvida pelos pinguins, o que os ajuda a se proteger do frio – apesar de os principais mecanismos desses animais contra o frio serem as penas.

O bico dos pinguins funciona como uma pinça: as aves nadam com velocidade enquanto perseguem os peixes, capturam os animais com o bico forte e engolem sem mastigar. Algumas espécies de pinguins viajam para longe de seus ninhos e praias para encontrar alimento. Algumas espécies também comem pequenas lulas e polvos. Outras gostam de krill, animais bem pequenos parecidos com camarões.

Outra curiosidade bem legal é que eles possuem uma glândula perto dos olhos que elimina o excesso de sal que absorvem com a alimentação ou bebendo água do mar. Na verdade, todas as aves marinhas possuem a chamada “glândula de sal”.

Existem cerca de 20 espécies diferentes de pinguins. O pinguim-azul é o menor, com apenas 35 centímetros de altura. Ele vive na Austrália e Nova Zelândia e recebe esse nome por causa das penas, que têm tom azulado. A maior espécie é o pinguim-imperador, que chega a medir até 1,15 metro (mais ou menos a altura de uma criança de 4 anos).

Pergunta enviada pelo leitor Bruno B.

Tem alguma dúvida sobre o mundo animal? Mande sua pergunta para nós: joca@magiadeler.com.br.

Conheça o canal do biólogo Guilherme Domenichelli

Enquete

O que você faz logo que recebe uma nova edição do Joca?

Comentários (3)

  • Miguel de Oliveira Ribeiro

    6 meses atrás

    Legal o canal, quando ir para o YouTube vou .

  • Cristiane Pacanowski

    6 meses atrás

    os pinguins-inperadores são os meus favoritos

  • João Luís Melo Pacifico de Souza

    6 meses atrás

    pinguins são lindos

Compartilhar por email