O depoimento de quase cinco horas que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu ao juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba, foi comentado em diversos jornais e portais do mundo.

Lula em depoimento em Curitiba

De maneira geral, o encontro foi tratado na mídia internacional como a primeira conversa entre as duas pessoas mais conhecidas do Brasil que estão na Lava-jato. O juiz Sérgio Moro lidera a maior investigação sobre corrupção da história do Brasil e um dos investigados é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A audiência de Lula começou por volta das 14h18 desta quarta-feira (10), e foi o segundo maior depoimento da Lava Jato em Curitiba.

O ex-presidente é acusado de ter recebido, em 2009, um apartamento trIplex no Guarujá (SP), um presente dado pela construtora OAS como contrapartida por três contratos entre a OAS e a Petrobras. Lula disse que esteve no apartamento, mas que desistiu da compra do triplex já na primeira vez em que visitou o imóvel, em fevereiro de 2014, e que nunca “solicitou” ou “recebeu” a unidade no Guarujá.

Triplex no Guarujá

O ex-presidente é réu em cinco ações, acusado de crimes como corrupção (dezessete vezes), lavagem de dinheiro (211 vezes), tráfico de influência (quatro vezes), organização criminosa (três vezes) e obstrução de justiça (uma vez).

Entre os crimes que Lula foi acusado, há o de armazenar bens que são da presidência do Brasil, como presentes recebidos por governos de outros países, depois que ele deixou a Presidência, entre 2011 e 2016.

Outro é o desvio de dinheiro para compra de um terreno em São Paulo para o Instituto Lula e de um apartamento em frente ao em que o ex-presidente mora, em São Bernardo do Campo.

Lula governou o Brasil em dois mandatos seguidos, entre 2003 e 2010.

Agora, o Ministério Público Federal e a defesa dos envolvidos têm cinco dias para pedir novos depoimentos, buscas ou investigações. Caso isso não ocorra, o juiz Sérgio Moro, determinará os novos prazos para apresentar as alegações finais.

Em seguida, tudo volta para Moro, que definirá a sentença, podendo ou não, condenar o réu. Não há prazo para a sentença ser publicada.

Veja os comentários na imprensa internacional:

O jornal americano “The New York Times” relatou o encontro explicando que há suspeitas contra Lula.

No site da emissora inglesa BBC, foi noticiado que o ex-presidente Lula foi questionado sobre corrupção.

Já o jornal espanhol “El País” disse que Lula exibiu seu poder político em suas declarações e relatou o discurso do ex-presidente.

O “China Daily” informou que Lula enfrenta a corte e que o caso divide os brasileiros, atraindo milhares de simpatizantes do ex-presidente e do juiz Sérgio Moro.

O argentino “Clarín” focou nos prós e contras de Lula e Moro.

O “Le Figaro”, da Espanha, relatou que o depoimento do ex-presidente foi um duelo entre as duas figuras mais populares do país: um ex-chefe de Estado suspeito de se envolver em corrupção e o juiz Sérgio Moro.

Na França, o jornal “Le Monde” acredita que o futuro de Lula e do Brasil está incerto e disse que o depoimento foi tenso, até porque Lula é uma pessoa adorada e, ao mesmo tempo, odiada.

O inglês “The Guardian” disse que o encontro reuniu  Lula, o presidente mais popular da história brasileira e o herói Sérgio Moro, que prende ricos e poderosos.

O jornal italiano “La Repubblica” afirmou que Lula fazia seu depoimento e partidários saiam às ruas em apoio a ele.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email