Um estudo feito pela consultoria Macroplan revelou quais as melhores e piores capitais para se viver no Brasil, de acordo com a análise de quatro áreas distintas.

Jardim Botânico, em Curitiba

A pesquisa levou em consideração aspectos como saúde, educação, cultura, segurança, saneamento e sustentabilidade de cidades com mais de 266 mil habitantes.

Em primeiro lugar no ranking ficou Curitiba, capital do Paraná. Segundo o levantamento, 100% da população da cidade paranaense é atendida com água encanada e coleta de lixo.

Florianópolis ficou em segundo lugar

Florianópolis (SC) ficou com a segunda posição, seguida por Vitória (ES), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Palmas (TO), Campo Grande (MS), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO) e Porto Alegre (RS).

Vitória, no Espírito Santo

Com pouco mais de 460 mil habitantes, Macapá (AP) ficou em último lugar na análise das melhores capitais para viver. De acordo com a análise, alguns pontos que contribuíram para a cidade ocupar esta posição são as altas taxas de mortalidade infantil e a baixa cobertura de atendimento básico.

Confira o ranking:

1º Curitiba-PR
2º Florianópolis-SC
3º Vitória-ES
4º Belo Horizonte-MG
5º São Paulo-SP
6º Palmas-TO
7º Campo Grande-MS
8º Rio de Janeiro-RJ
9º Goiânia-GO
10º Porto Alegre-RS
11º Boa Vista-RR
12º João Pessoa-PB
13º Cuiabá-MT
14º Fortaleza-CE
15º Salvador-BA
16º Recife-PE
17º Natal-RN
18º Teresina-PI
19º Rio Branco-AC
20º Manaus-AM
21º Aracaju-SE
22º São Luís-MA
23º Belém-PA
24º Maceió-AL
25º Porto Velho-RO
26º Macapá-AP

 

 

 

 

 

 

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email