O grande drama dos mais de oito mil refugiados que viviam no campo de Calais, também conhecido como Selva, é pensar para onde ir agora que o local será demolido. Muitos irão para centros de acolhimento de refugiados na França, porém o que mais preocupa é o destino incerto das mais de 1300 crianças desacompanhadas que moravam lá.

Resultado de imagem para calais kids unicef

O ministro do interior francês, Bernard Cazeneuve, pediu ao Reino Unido para receber essas crianças. Londres deu prioridade às crianças que têm família no país, mas até agora não foi definido quem ficará com os menores sem laços familiares ingleses. São crianças que fugiram da guerra, da fome, da perseguição, perderam seus pais e não têm nenhum familiar por perto.

Esses menores serão alojados em abrigos perto da Selva até serem entrevistados por agentes das imigrações francesa e britânica.

Resultado de imagem para calais kids unicef

A organização Médicos Sem Fronteiras disse que, até hoje, havia 1291 crianças e que apenas 200 tinham sido registradas para abandonar a Selva. Essas, já foram transferidas de Calais para o Reino Unido.

Resultado de imagem para calais kids unicef

Ontem, a ministra do Interior britânica, Amber Rudd, garantiu que o Reino Unido está trabalhando com a França para garantir que as crianças sejam protegidas.

A prioridade do Reino Unido é receber as crianças que têm mais chances de receberem o documento de refugiados, ou por apresentarem um alto risco de exploração sexual ou tiverem 12 anos ou menos. Várias localidades britânicas já se ofereceram para acolher menores, mas será preciso mais ainda mais abrigos à medida que os menores forem chegando.

Saiba mais:

Resultado de imagem para calais kids unicef

Desde segunda-feira, dia 24, a França começou  a retirar os refugiados e migrantes do campo de Calais, pondo fim ao sonhos que muitos tinham de chegar ao Reino Unido.

Resultado de imagem para calais
Campo de refugiados de Calais

Os migrantes até que aceitaram ser levados para outros locais enquanto esperam por uma resposta aos seus pedidos de asilo.

Eles estão em vários campos por toda a França, que preparou mais de 7500 camas em 450 centros.

28 MILHÕES DE CRIANÇAS FORAM FORÇADAS A ABANDONAR SUAS CASAS E TORNARAM-SE REFUGIADAS.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email