interna carlotas_outubro
Imagem: Carlotas

Como você gosta de usar seu cabelo? Mais curto? Mais longo? Solto? Preso? O Lucas, personagem do Conto de Carlotas neste mês aqui no site do Joca, adora cada fio que está na cabeça dele. E gosta ainda mais do direito de poder manter o cabelo no comprimento que ele achar melhor.

Por Natalia Coimbra de Sá

Quando Lucas nasceu, todos na maternidade ficaram surpresos: ele era a criança mais cabeluda que já tinham visto! As enfermeiras no berçário diziam: “Nossa, quanto cabelo!”. Quando os pais de Lucas o levaram para a primeira consulta com a pediatra, a médica imediatamente exclamou: “Que cabeleira enorme!”. As pessoas na rua sempre perguntavam: “Quantos meses tem esse bebê para ter tanto cabelo assim?”.

Parece que todo mundo esperava um bebê um pouco mais… carequinha. Ou, pelo menos, com aquele cabelinho de penugem, típico dos bebês. Mas o Lucas não era assim, ele tinha longos cabelos que já começavam a descer pelo pescoço! Algumas pessoas arriscavam: “Ah, mas esse cabelo vai cair, porque bebês perdem o cabelo quando começam a crescer”.

Os pais dele ficavam encafifados com a surpresa que aquele bebê cabeludo causava e decidiram: “Vamos deixar o cabelo dele crescer! Nada de aparar as pontinhas, nada, nada. Quando for crescendo, ele decide quando quer cortar. Enquanto isso, vamos ver no que vai dar”.

Todos os dias, enquanto ele era bem pequeno, a mãe e o pai do Lucas olhavam no berço buscando sinais do cabelo caindo, mas, nada… Lucas foi crescendo, aprendeu a sentar, a andar, a correr… e o cabelo só crescia! Chegou a época de começar a escola, e o pai do Lucas perguntou: “Filho, que tal cortar o cabelo antes de começarem as aulas?”. Mas Lucas estava satisfeito com o cabelo dele: “Não, papai, gosto assim!”.

Na escola, no meio daquele monte de crianças, Lucas percebeu que era o único menino do jardim de infância com cabelo comprido. Ele começou a achar que era meio estranho isso, porque só as meninas tinham cabelo comprido. Todos os outros meninos usavam o cabelo curto e brincavam falando que ele parecia uma menina. Um dia, ele perguntou para a mãe: “Menino pode ter cabelo comprido?”. A mãe não sabia o que dizer porque achava que Lucas ainda era muito pequeno para uma longa explicação sobre o assunto, então, simplesmente falou: “Meninos e meninas podem usar o cabelo como quiserem”. Lucas deu um sorriso e saiu satisfeito.

E, assim, Lucas cresceu, com o cabelo comprido. Quando o questionavam sobre o porquê daquele cabelão, ele respondia sorridente: “Porque cada pessoa pode usar o cabelo como quiser”. Um dia, quando eu estava almoçando com o Lucas na faculdade, perguntei para ele o que faria no dia em que fosse procurar o primeiro emprego e lhe perguntassem se ele poderia cortar o cabelo para ser contratado pela empresa. Lucas parou para pensar por uns cinco segundos e tranquilamente respondeu: “Se o meu cabelo não serve para um trabalho, é porque aquele trabalho não serve para mim”. Ajeitou a franja, e continuamos a comer.

Para conhecer outros personagens que ilustram diálogos importantes, visite carlotas.org.

Clique na imagem abaixo para abrir e imprimir.

thumbnail_Lucas-Carlotas

Enquete

Você conhece alguém que já tomou a primeira dose da vacina contra a covid-19?

Comentários (10)

  • Amanda

    4 meses atrás

    Todos podem ter o cabelo do jeito que querem seja curto longo cacheado não podemos julgar nenhum cabelo!

  • Cristiane Dolovetis

    4 meses atrás

    Vinícius diz: "Gosto do meu cabelo como eu quero. Vocês também podem gostar."

  • Cristiane Dolovetis

    4 meses atrás

    Maria Luiza diz: "Todos podem ter o cabelo que querem. Eu lavo os cabelos todos os dias. Gosto dele bem limpinho, cheiroso e com laços. Sou feliz assim."

  • Cristiane Dolovetis

    4 meses atrás

    Isabella diz: "Todos podem usar o cabelo do jeito que querem, para serem felizes!"

  • Cristiane Dolovetis

    4 meses atrás

    Laura diz: "Todos têm cabelos diferentes. Devemos respeitar as pessoas do jeito que elas são."

  • Cristiane Dolovetis

    4 meses atrás

    Nathália: " A história do Lucas foi muito legal. Nem todos usam cabelos compridos, mas os que usam devem ser respeitados."

  • Cristiane Dolovetis

    4 meses atrás

    Matteo: "Aprendi que podemos usar o cabelo do jeito que a gente quiser. Gosto de usar o meu cabelo curto e despenteado!"

  • Cristiane Dolovetis

    4 meses atrás

    A seguir comentários dos alunos do Primeiro Ano A: Cauê: "Achei bem legal a história do Lucas!"

  • pinho

    4 meses atrás

    eu concordo com o lucas cada um tem o direito de ser como quer

  • theodoro

    5 meses atrás

    quero noticia de minecraft

Compartilhar por email