No fim de abril, o presidente da Indonésia, Joko Widodo, ordenou que os ministros formulem planos para trocar a capital do país até a próxima década. O motivo é que a atual, Jacarta, está literalmente afundando e, segundo especialistas, deve ficar completamente submersa nos próximos 30 anos.

Uma das razões pelas quais a água está tomando conta da cidade é que ela sofre alagamentos constantes, já que é cortada por 13 rios e fica às margens do mar de Java. Outros dois fatores agravam a questão: o aquecimento global está fazendo as geleiras derreterem, o que, por  consequência, eleva o nível do mar; os moradores e as indústrias de Jacarta utilizam, no dia a dia, água que fica abaixo do solo, que pode entrar em colapso. Há regiões de Jacarta que já afundam cerca de 25 centímetros por ano.

Para que a mudança de capital aconteça será necessário transferir diversos órgãos do governo — como o parlamento e os ministérios — para um novo local, o que custaria cerca de 33 bilhões de dólares (o equivalente a aproximadamente 133 bilhões de reais). Até o fechamento desta edição do Joca, ainda não havia uma sugestão oficial de qual será a nova capital da Indonésia.


#pracegover: Na imagem, uma praça de Jacarta. No centro, há um monumento cercado por um piso preto e uma espécie de obelisco. O entorno é cercado por prédio de diversos tamanhos e cores, como branco e bege. No chão da praça, pessoas e veículos transitam por uma água de cor marrom. Crédito: GettyImages

Fontes: El País, G1 e Jornal Metro.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 133 do jornal Joca.

Enquete

Na sua opinião, até agora, qual foi o fato mais importante de 2020 (além da pandemia do novo coronavírus)?

Comentários (1)

  • EMEF AUREA RIBEIRO XAVIER LOPES, PROFA.

    1 ano atrás

    muito legal

Compartilhar por email