Alguns aromas têm o poder de registrar momentos de nossas vidas, e cada pessoa tem a sua favorita: seja um perfume, o cheiro de chocolate ou até mesmo de uma fruta.

Pensando nos estímulos que os odores provocam no organismo, um cientista da Universidade Ruhr de Bochum, na Alemanha, desenvolveu um estudo que mostra que os cheiros ajudam a combater o avanço de doenças, inclusive de alguns tipos de câncer.

Segundo Hanns Hatt, especialista em fisiologia celular, o cheiro chega ao cérebro pelo nariz e pode desencadear emoções, como fazer com que uma pessoa seja mais aceita por outras, por exemplo.

Cientista Hanns Hatt, da Universidade Ruhr | Crédito: Reprodução DW

“Os receptores olfativos, que detectam as moléculas de odor, estão pelo corpo todo, mas não sentimos o cheiro por eles. No entanto, o odor pode afetar o corpo por esses sensores”, explica Hatt.

De acordo com o cientista, que coletou milhares de amostras de aromas, o odor de limão pode frear o crescimento de câncer de fígado.

Quando os receptores do nosso corpo reconhecem uma molécula de odor, eles provocam uma reação química. As células respondem e se adaptam, principalmente as de câncer. “Se estimulados pelo odor certo, podem reduzir, e até parar, o crescimento da doença”, diz.

Simulação de receptores olfativos reconhecendo moléculas de odor e provocando reação química | Crédito: Reprodução DW

Outros tipos de células doentes reagiram de forma parecida em testes de laboratório. Os cientistas agora estão pesquisando como os aromas das moléculas de damasco e banana afetam os brônquios de pessoas que sofrem com asma.

O Hospital Universitário Bergmannsheil, de Bechum, apoia a pesquisa. “As terapias atuais não freiam o avanço da doença, precisamos de novas ideias de tratamento”, afirma o médico Jurgen Knobloch.

Enquete

Quais são os assuntos que você mais gosta de ouvir nos podcasts do Joca (Revisteen e Papo Joca)?

Comentários (2)

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    Muito legal essa noticia . Yasmin 5º ano E

  • Maki Yoshida

    2 anos atrás

    Impressionante!

Compartilhar por email