Oficiais na China fazendo três minutos de silêncio em homenagem às vítimas da doença. A bandeira do país estava a meio mastro, um sinal de luto. Foto: Kevin Frayer/Getty Images

A China organizou, em 4 de abril, um dia nacional de luto pelas vítimas da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Na data, os habitantes do país fizeram três minutos de silêncio em homenagem a todos que morreram por causa da doença – especialmente às pessoas que tentavam combatê-la, como médicos e enfermeiros.

Enquanto as pessoas faziam silêncio, foram tocadas buzinas e sirenes de carros, trens e navios para marcar o ato em várias cidades ao redor do país, como Wuhan (onde o vírus começou a se espalhar). Além disso, as bandeiras estavam a meio mastro – ou seja, não estavam completamente erguidas – em sinal de luto.

Algumas cerimônias também ocorreram no país. Em Pequim, por exemplo, oficiais se reuniram com o presidente chinês, Xi Jinping, para se curvarem diante da bandeira a meio mastro do complexo de prédios Zhongnanhai, onde fica a sede do governo.

A data da homenagem foi escolhida para coincidir com o Dia dos Mortos, uma celebração tradicional chinesa onde as famílias visitam os túmulos dos parentes falecidos. Por conta dos efeitos da pandemia, autoridades de Wuhan (cidade onde o vírus começou a se espalhar) decretaram que o ritual só poderá acontecer no final de abril.

Fontes: Associated Press News, Estadão, Jovem Pan, NY Daily News e Today

Enquete

Qual tem sido a sua diversão preferida durante o isolamento social?

Comentários (0)

Compartilhar por email