Organização Pan-americana de Saúde (Opas) aponta aumento de casos na América do Sul, principalmente. Crédito de imagem: Getty Images

No dia 16 de fevereiro, a Organização Pan-americana de Saúde (Opas) divulgou um novo boletim que considera o aumento de casos de dengue no Brasil uma nova epidemia da doença. A atualização revela que países das Américas (Norte, Central e Sul) tiveram uma alta no número de ocorrências em relação ao início de 2023, ano que registrou, ao todo, mais de um milhão de casos. 

Epidemias acontecem quando há um aumento elevado de casos de uma doença em determinada região, mas não em todo o mundo. 

No Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, há agora mais de 688 mil diagnósticos prováveis de dengue. O número é 315% maior do que os 165.839 casos prováveis contabilizados no mesmo período de 2023. Apenas nas últimas três semanas, foram mais de 130 mil ocorrências. Ao todo, 5.500 são manifestações graves de dengue.

O Distrito Federal apresenta 2.874 casos; São Paulo, 1.189; e Minas Gerais, 1.132. Outros estados com quadros graves são Acre, Paraná, Goiás, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Até agora, em 2024, foram confirmadas 122 mortes e outras 456 suspeitas de óbito estão em investigação. 

A faixa etária que apresenta maior incidência da doença corresponde à que vai dos 20 aos 29 anos. No entanto, a nova epidemia apresenta sintomas e riscos mais severos para a população idosa. Os casos graves ocorrem, principalmente, na população de 70 a 79 anos. 

MAIS DENGUE NO PERÍODO CHUVOSO

A época do ano mais crítica para a dengue no Brasil ocorre nos meses chuvosos, de novembro a maio, quando o país passa por parte da primavera, o verão completo e uma parcela do outono. Nesse período, o aumento da chuva faz com que haja mais locais com água parada — em espaços abertos ou acumulada em recipientes pequenos, como garrafas, pneus e vasos de plantas. E é justamente na água parada que o mosquito que transmite o vírus da dengue, Aedes aegypti, reproduz-se. 

Os especialistas destacam que os cuidados para combater a doença devem ser constantes e intensificados nos meses mais chuvosos, já que as fêmeas do mosquito colocam ovos em locais com água parada. Ao longo de seu ciclo de vida, que dura 30 dias, elas produzem até 450 ovos de novos mosquitos.

Saiba mais sobre a vacinação contra a dengue aqui

Fontes: Opas, G1, Ministério da Saúde e Jornal Nacional.

Ixi! Você bateu no paywall!

Ainda não é assinante? Assine agora e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Joca.

Assinante? Faça Login

Voltar para a home

Ou faça sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo do Joca

Assine

Enquete

Sobre qual assunto você gosta mais de ler no portal do Joca?

Comentários (2)

  • Harry Palmer

    1 mês atrás

    Achei assustador que os casos estejam aumentando tanto e acredito que isso pode ser um problema para Brasil.

  • Felipe Sali

    1 mês atrás

    Oi, tudo bom? É uma situação preocupante, mas não precisa ficar com medo, basta tomar cuidado para que não tenha nenhuma água parada na sua casa.

Compartilhar por email

error: Contéudo Protegido