A brasileira Etiene Medeiros conquistou nessa quinta-feira, 27/7, a medalha de ouro nos 50 metros costas do Mundial de Esportes Aquáticos, realizado em Budapeste, na Hungria.

Etiene Medeiros conquistou o ouro nos 50 metros costas | Divulgação

Com o resultado, a atleta natural de Pernambuco entrou para a história da modalidade como a primeira brasileira a vencer a competição.

Etiene garantiu o lugar mais alto do pódio ao superar a chinesa Yuanhui Fu por apenas um centésimo de segundo, com tempo de 27s14. Aleksandra Gerasimenya, da Bielorrússia, ficou em terceiro lugar (27s23).

Divulgação

Além de tornar-se a primeira brasileira campeã mundial em piscina longa, Etiene bateu o recorde sul-americano. Em 2014, ela já havia feito história ao vencer o mundial de piscina curta, em Doha, no Catar.

Outros brasileiros caíram na piscina nessa quinta. Nos 100 metros livre, Marcelo Chierighini marcou 48s11 e ficou em quinto lugar.

Na prova dos 200 metros costas, Leonardo de Deus ficou com a 6ª colocação, mas o resultado não foi suficiente para chegar à final.

Equipe de revezamento 4×100 masculino comemora a prata

Além do ouro de Etiene, o Brasil faturou outras seis medalhas no Mundial, que termina domingo, dia 30.

Três medalhas saíram na maratona aquática com Ana Marcela Cunha – ouro nos 25 quilômetros e bronze nos 5 quilômetros e nos 10 quilômetros; e três pratas – no revezamento 4×100 metros livre, nos 50 metros borboleta com Nicholas Santos e nos 50 metros peito com João Gomes Júnior.

 

Enquete

Na sua opinião, até agora, qual foi o fato mais importante de 2020 (além da pandemia do novo coronavírus)?

Comentários (0)

Compartilhar por email