João Pessoa- PB- Brasil- 08/05/2016- A decisão dos sonhos de todo torcedor brasileiro para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro aconteceu neste domingo (08.05), na edição do Superpraia, em João Pessoa (PB). Ágatha e Bárbara Seixas repetiram o resultado da temporada passada e superaram Larissa/Talita (PA/AL) na final, vencendo por 2 sets a 1 (21/14, 15/21, 15/12), garantindo o bicampeonato no torneio que encerra o calendário nacional. A medalha de bronze ficou com Ângela e Rachel (DF/RJ), que superaram Duda/Elize Maia (SE/ES) por 2 sets a 0 (21/19, 21/13), em 37 minutos. E o local do bicampeonato não poderia ser mais especial para a dupla da paranaense e carioca. Foi em João Pessoa (PB) que a parceria conseguiu sua primeira vitória, em 2013, e é também na capital paraibana que está um dos maiores fã-clubes das atuais campeãs mundiais. A campanha das campeãs até a final contou com cinco vitórias e uma derrota - justamente para Larissa e Talita, na primeira fase. Este foi o sexto grande título da parceria, que também é bicampeã do Circuito Brasileiro (2012/2013, 2013/2014), Campeã Mundial (2015) e campeã do Circuito Mundial (2015). Foi o 17º confronto entre as representantes olímpicas, com quatro vitórias de Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ) e 13 de Larissa e Talita. "Tomara que essa seja mesmo a final dos Jogos Olímpicos, daqui alguns meses. Tomara que 20 anos depois de Atlanta, possamos repetir uma dobradinha. Foi uma grande final, Larissa e Talita são um time muito forte, que está se preparando muito bem. Acho que a tranquilidade nos momentos difíceis e a energia que Bárbara e eu tivemos em quadra foi fundamental. Gostamos demais do Superpraia, e gostamos muito de jogar em João Pessoa. Vencer aqui é tudo de bom", comemorou Ágatha após o ouro. Bárbara Seixas também lembrou o trabalho da comissão técnica após a conquista, destacando que a dupla fez um planejamento para estar no ápice perto dos Jogos. "Queria agradecer m

Superpraia Masculino: Alison e Bruno Schmidt vencem duelo ‘olímpico’ e conquistam o tricampeonato enquanto no Feminino, Ágatha e Bárbara superam Larissa/Talita em João Pessoa e conquistam o bicampeonato

Foto: Matheus Vidal/ CBV

Os dois melhores times do Circuito Mundial 2015, ambos representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos, só poderiam proporcionar uma final incrível.

E foi o que aconteceu neste domingo (08.05), na Praia de Tambaú, em João Pessoa (PB). Alison e Bruno Schmidt (ES/DF) venceram Evandro e Pedro Solberg (RJ) por 2 sets a 0 (21/19, 21/16) e conquistaram o tricampeonato do torneio que encerra o calendário nacional do vôlei de praia.

Foto: Matheus Vidal/ CBV

Alison e Bruno Schmidt (ES/DF) chegam ao sétimo grande título da parceria, que tem pouco mais de dois anos.

Além do tricampeonato do Superpraia, venceram o Circuito Mundial 2015, Campeonato Mundial 2015, Circuito Brasileiro 15/16 e os Jogos Sul-Americanos.

Eles também foram eleitos melhor dupla internacional da última temporada.

Foto: Matheus Vidal/ CBV

Com o final do calendário nacional, agora as duplas brasileiras se preparam para o Circuito Mundial.

O primeiro compromisso acontece no Grand Slam de Moscou (Rússia), de 24 a 29 de maio.

Serão ainda cinco eventos até os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto.

O Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia 2015/2016 passou por oito cidades de quatro regiões diferentes (Brasília, Contagem, Goiânia, Bauru, Curitiba, Niterói, Natal e Fortaleza).

A estrutura para cerca de mil pessoas, com entrada franca, encantou torcedores ao longo de nove meses.

Foto: Matheus Vidal/ CBV

O Superpraia encerrou a temporada 2015/2016 do calendário nacional com as 14 melhores duplas do ranking, além de dois times convidados.

FEMININO

Superpraia Feminino: Ágatha e Bárbara superam Larissa/Talita em João Pessoa e conquistam o bicampeonato.

Foto: Matheus Vidal/ CBV

A decisão dos sonhos de todo torcedor brasileiro para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro aconteceu neste domingo (08.05), na edição do Superpraia, em João Pessoa (PB).

Ágatha e Bárbara Seixas repetiram o resultado da temporada passada e superaram Larissa/Talita (PA/AL) na final, vencendo por 2 sets a 1 (21/14, 15/21, 15/12), garantindo o bicampeonato no torneio que encerra o calendário nacional.

Foto: Matheus Vidal/ CBV

A medalha de bronze ficou com Ângela e Rachel (DF/RJ), que superaram Duda/Elize Maia (SE/ES) por 2 sets a 0 (21/19, 21/13), em 37 minutos.

E o local do bicampeonato não poderia ser mais especial para a dupla da paranaense e carioca.

Foi em João Pessoa (PB) que a parceria conseguiu sua primeira vitória, em 2013, e é também na capital paraibana que está um dos maiores fã-clubes das atuais campeãs mundiais.

Foto: Matheus Vidal/ CBV

Enquete

De qual capa do Joca em 2022 você mais gostou até agora?

Comentários (0)

Compartilhar por email