Na manhã de 1º de outubro, a barragem TB01, localizada no município de Nossa Senhora do Livramento, no Mato Grosso, rompeu-se, deixando duas pessoas que trabalhavam no local feridas, sem gravidade. A barragem continha rejeitos (ou seja, aquilo que não é aproveitado) da extração de ouro, com volume armazenado de 582 mil metros cúbicos (mais ou menos o volume de 233 piscinas olímpicas).

A denúncia do rompimento foi feita por moradores da região para a Agência Nacional de Mineração (ANM), que enviou uma equipe ao lugar. Os técnicos constataram que parte do material armazenado havia se espalhado por entre 1 e 2 quilômetros, em área de vegetação. A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) de Mato Grosso informou em nota que os rejeitos não possuem características que possam causar contaminação e disse ter notificado a VM Mineração, empresa responsável pela barragem, para a paralisação de todas as atividades.

Moradores da comunidade de Brejal, a cerca de 30 quilômetros do local, ficaram sem energia elétrica porque parte da rede de fornecimento foi afetada.

Segurança
Na Política Nacional de Segurança de Barragens, o local aparecia na categoria “risco baixo”. De acordo com a ANM, uma declaração atestando a estabilidade da barragem havia sido apresentada em 25 de setembro. Uma contenção para evitar que os rejeitos se espalhem mais está sendo construída, e ainda não há informações sobre as causas do rompimento.

Outros rompimentos

MARIANA (MG): pertencente à mineradora Samarco, a barragem de Fundão se rompeu em 5 de novembro de 2015, causando 19 mortes. Dos 56,6 milhões de metros cúbicos do volume da barragem, 43,7 milhões vazaram, atingindo também o rio Doce.

BRUMADINHO (MG): uma barragem da mina Córrego do Feijão, da mineradora Vale, rompeu-se em 25 de janeiro deste ano. Até o fechamento desta edição, havia 251 mortes confirmadas e 19 desaparecidos — equipes de busca seguem trabalhando no local. A barragem tinha volume de 12,7 milhões de metros cúbicos e os rejeitos atingiram também o rio Paraopeba. Confira o especial do Joca sobre Brumadinho neste link: bit.ly/Brumadinho-Joca.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 139 do jornal Joca.

Enquete

Quais são os assuntos que você mais gosta de ouvir nos podcasts do Joca (Revisteen e Papo Joca)?

Comentários (0)

Compartilhar por email