Um em cada cinco atletas brasileiros que vão competir nos Jogos Paralímpicos se tornaram deficientes devido a acidentes de automóvel.

Resultado de imagem para aline rocha
A paratleta Aline Rocha sofreu acidente e perdeu o movimento das pernas

Um levantamento feito pelo CPB (Comitê Paralímpico do Brasil) concluiu que de um total de 282 competidores, 50 foram vítimas de colisões ou atropelamentos.

Fernando Fernandes bateu o carro e ficou paraplégico

O estudo também fez uma lista com a origem das deficiências dos atletas. Complicações no nascimento correspondem a 26% dos casos; sequelas de doenças, 21%; acidente automobilístico, 18%; outros acidentes, 13%; complicações no parto, 12%; vítimas de arma de fogo, 4%.

SAIBA MAIS

Os Jogos Paralímpicos Rio 2016 começarão na próxima quarta-feira, dia 7. A partir dessa data, mais de 170 países competirão por medalhas em 23 modalidades, como basquetebol em cadeira de rodas, triatlon, voleibol sentado, entre outras.

O Brasil é uma das maiores potências da competição. Depois de ficar em sétimo lugar no quadro de medalhas dos Jogos de Londres, em 2012, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) espera que, na Rio 2016, o país ocupe a quinta colocação.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email