O 24o. Anima Mundi chega a São Paulo depois de passar pelo Rio de Janeiro.

Na capital paulista serão apresentados mais de 400 filmes.

O festival tem produções de 45 países, incluindo Rússia, Irã, Chile, Moçambique, Japão e Austrália e o foco dos filmes é a tolerância e a discriminação.

Veja alguns filmes da mostra e a programação completa no site do evento.

Cena de 'A tartaruga vermelha' (Foto: Reprodução)
Cena de ‘A tartaruga vermelha’ (Foto: Reprodução)

“A tartaruga vermelha”
É a estrela do festival. Sem diálogos, a história gira em torno de um homem isolado em uma ilha deserta habitada por tartarugas, caranguejos e pássaros. Ganhou o Prêmio Especial do Júri na mostra Un Certain Regard no Festival de Cannes e é forte candidato ao Oscar.

5/11, 21h30 – Cinemateca Brasileira (sala BNDES)
6/11, 18h – Cinemateca Brasileira (sala Petrobras)

Cena de 'Ida à cidade Ele' (Foto: Divulgação)
Cena de ‘Ida à cidade Ele’ (Foto: Divulgação)

“Ida à cidade Ele”
Curta chinês que que um porquinho de uma cidade rural se muda para a metrópole habitada por elefantes.

2/11, 14h – Caixa Belas Artes (sala Candido Portinari)

Cena de 'O menino e o mundo' (Foto: Reprodução)
Cena de ‘O menino e o mundo’ (Foto: Reprodução)

“O menino e o mundo”
Filme brasileiro indicado ao Oscar de melhor animação deste ano e premiado no Festival de Annecy, um dos mais importantes conta a história de um menino que deixa sua aldeia em busca do pai.

6/11, 16h – Cinemateca Brasileira (sala Petrobras)

Cena de 'Shaun, o Carneiro' (Foto: Reprodução)
Cena de ‘Shaun, o Carneiro’ (Foto: Reprodução)

“Shaun, o carneiro: As lhamas do fazendeiro”
Curta em stop-motion, feito com massinha de modelar, voltado ao público infantil. É um spin-off da franquia britânica “Wallace e Gromit”. O protagonista induz um fazendeiro a comprar três lhamas aprontadeiras, mas as coisas fogem ao controle e Shaun é obrigado a expulsar as intrusas para salvar fazenda.

2/11, 15h30 – Caixa Belas Artes (sala Candido Portinari)
6/11, 13h – Cinemateca Brasileira (sala BNDES)

Cena de 'Trabalho interno' (Foto: Divulgação)
Cena de ‘Trabalho interno’ (Foto: Divulgação)

“Trabalho interno”
Primeiro curta da Disney dirigido por um brasileiro, o paulista Leo Matsuda. É estrelado pelos pulmões, coração, cérebro e bexiga de uma pessoa que enfrenta uma batalha entre as emoções e a mente. O filme será exibido antes do longa “Moana”, aposta da Disney para 2017, que estreia em janeiro.

3/11, 19h – Cinemateca Brasileira (sala BNDES)

Cena de 'Crônica de Battledream' (Foto: Reprodução)
Cena de ‘Crônica de Battledream’ (Foto: Reprodução)

“Crônica de Battledream”
Longa produzido em Martinica. Syanna é uma jovem que tenta recuperar a liberdade em um mundo onde as plantações são videogames.

2/11, 21h30 – Caixa Belas Artes (sala Cândido Portinari)
4/11, 22h – Caixa Belas Artes (sala Aleijadinho)

Cena de 'Peixonauta', o filme (Foto: Reprodução)
Cena de ‘Peixonauta’, o filme (Foto: Reprodução)

“Peixonauta”
Inspirado na série brasileira, narra a saga de Peixonauta, Marina e Zico, que saem do Parque das Árvores Felizes e na cidade grande, percebe que todas as pessoas sumiram.

 

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email