Cientistas da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e da Universidade de Leeds, na Inglaterra, descobriram que o veneno da vespa brasileira, Polybia paulista, contém uma toxina poderosa que mata as células de câncer, sem danificar células saudáveis.

A toxina MP1 consegue abrir buracos somente nas células cancerosas, destruindo-as.

A vespa brasileira Polybia paulista tem um veneno que mata células de câncer. Foto: MARIO PALMA/UNESP
O estudo publicado na revista científica Biophysical Journal, estimular os pesquisadores a criar novos medicamentos contra o câncer.Em 2009 os cientistas já estudavam a toxina MP1. Na época, descobriram que ela é forte contra os micróbios que causam doenças. Eles sabiam que o veneno da vespa, poderia destruir as células bacterianas mas agora constataram que a toxina MP1 destrói as células tumorais, sem danificar as células saudáveis.

Vespas Polybia paulista em seu habitat
Os cientistas testaram sua teoria e o resultado foi impressionante: a toxina realmente funciona para combater o câncer e é segura.  Mas mais trabalho ainda será necessário para provar isso.

Enquete

Você conhece alguém que já tomou a primeira dose da vacina contra a covid-19?

Comentários (0)

Compartilhar por email