Um-Amigo-Para-Sempre-Marina-Colasanti-Interna-Divulgacao

Não demora para que o leitor tenha sua curiosidade aguçada para desvendar quais caminhos a história de Um Amigo Para Sempre (Marina Colasanti, Editora FTD) percorre. Logo na primeira página, a autora revela se tratar de uma história real, vivida pelo escritor angolano Luandino Vieira. Tudo se passa no período em que ele esteve preso. Luandino lutava pela independência de Angola em relação a Portugal e acabou na prisão entre o fim dos anos 1950 e início da década de 1960.

Um-Amigo-Para-Sempre-Marina-Colasanti
Amizade e confiança são temas do livro de Marina Colasanti. Foto: Divulgação

Durante esse período, todos os dias, havia o momento em que Luandino saía da cela para tomar sol. Mesmo tentando fazer outras coisas enquanto estava ao ar livre, como ler, ele acabava mesmo era prestando atenção à natureza. Em folhas, na grama, nas nuvens. Foi a partir desse contato visual com elementos vivos ao seu redor que o escritor acabou fazendo uma nova amizade. Com um pássaro.

Migalhas de pão ajudaram nessa aproximação entre humano e ave. O que se vê ao longo do livro, no entanto, revela que muito mais do que uma relação que envolvia fome, o homem e o pássaro construíram uma ponte de confiança no pátio do presídio. Sempre baseada na alegria de um simples encontro – que pode ou não durar para sempre, mas nunca perderá seu encantamento.

Aliás, você sabia que a autora Marina Colasanti estava concorrendo neste ano para entrar na lista de finalistas do Prêmio Hans Christian Andersen, considerado o Nobel da literatura infantil? Ela já foi vencedora do prêmio Jabuti, no Brasil, algumas vezes – inclusive na categoria melhor livro infantil em 2014, pela obra Breve História de um Pequeno Amor. Clique aqui para saber mais sobre o Jabuti.

E boa leitura!

Enquete

Qual é o acontecimento mais esperado de 2020?

Comentários (0)

Compartilhar por email