De acordo com um levantamento do instituto de pesquisa Datafolha divulgado em 9 de novembro, 65% dos estudantes estão encontrando dificuldades para manter uma rotina de estudos em casa. O dado, coletado em setembro, mostra um aumento no número de alunos que enfrentam esse problema em relação aos meses iniciais da pandemia de covid-19 — em maio, o número era de 58%. A pesquisa foi encomendada pela Fundação Lemann, pelo Itaú Social e pela empresa Imaginable Futures. Foram entrevistados 1.021 pais ou responsáveis de alunos da rede pública municipal e estadual de ensino do país.

O levantamento também revelou que os jovens estão mais desmotivados em relação aos estudos agora do que no começo do isolamento social. Em setembro, 54% se mostravam desanimados por estudar em casa, enquanto em maio eram 46%.

Por outro lado, houve melhora no acesso a materiais para estudo a distância. Enquanto em maio 74% dos jovens tinham recebido atividades para realizar em casa, em setembro 92% deles dispunham dos materiais.

Visão do professor e orçamento familiar
A pesquisa Datafolha também mostrou que 71% dos pais ou responsáveis passaram a valorizar ainda mais os professores durante o isolamento social. Além disso, 51% disseram ter começado a participar mais da educação das crianças por conta da pandemia.

“As famílias estão acompanhando mais de perto o ensino para seus filhos e valorizando ainda mais o papel central do professor. São transformações que vêm para dar mais força a iniciativas de valorização da profissão (…), assim como da parceria família-escola”, disse Patricia Mota Guedes, gerente de pesquisa e desenvolvimento do Itaú Social.

Outro tema trazido pelo levantamento foi o da alimentação relacionada aos gastos em casa. Para 42% das famílias entrevistadas, a falta das refeições que os estudantes faziam nas escolas está prejudicando o orçamento familiar (cálculo que leva em consideração o quanto a família tem de dinheiro no mês para se manter, com itens como comida e roupas) — no Nordeste, o número chega a 52%.

Fonte: Levantamento de outubro do Datafolha encomendado pela Fundação Lemann, pelo Itaú Social e pela Imaginable Futures.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 161 do jornal Joca.

Enquete

O que você mais tem feito pela sua saúde mental durante a pandemia?

Comentários (2)

  • Daniela Regina Marchiori Ferreira

    4 meses atrás

    Amparo, 07 de dezembro de 2020. Aos editores do Jornal, Somos alunos do 4º ano A, da E. E. Prof.ª Maria Aparecida dos Santos Castro, lemos a matéria publicada “65% dos alunos encontram dificuldades na rotina de estudos em casa, diz pesquisa”, na edição 161. Esse ano foi muito difícil para os alunos, professores e familiares, pois nem todos tem acesso à internet ou celular para acompanhar as aulas. Muitos alunos sentem desmotivados, pois sabem que ainda não há uma vacina disponível e, consecutivamente, as aulas não retornarão tão cedo. Nós sentimos muita falta dos amigos e da professora, as aulas são indispensáveis. Muitas famílias estão com dificuldades no orçamento familiar, pois agora as crianças ficam o dia todo em casa e os gastos aumentaram. Também tem o lado positivo, na qual estamos aprendendo a usar os diversos recursos tecnológicos, os pais estão mais presentes, acompanhando o rendimento escolar e atividades das crianças. As famílias estão valorizando mais os professores, dando a devida importância, pois as aulas on-line são mais difíceis que a presencial. Esperamos ansiosos o retorno das aulas presenciais, que Deus nos abençoe e que nossas vidas retomem como antes! Abraços, Alunos do 4º ano A (Amparo/SP)

  • Tiago

    4 meses atrás

    Adorei a matéria! Parabéns!!!

Compartilhar por email