Abertura da Copa do Mundo de Futebol Feminino 2023 teve apresentação de artistas antes da primeira partida, entre Nova Zelândia e Noruega, no estádio de Eden Park, em Auckland, NZ. Crédito de imagem: Buda Mendes/Getty Images/reprodução

Teve início, em 20 de julho, a Copa do Mundo de Futebol Feminino 2023, que está sendo disputada na Nova Zelândia e Austrália. A abertura teve uma cerimônia de dez minutos, no estádio de Eden Park, em Auckland (NZ), e antecedeu a primeira partida do campeonato — Nova Zelândia (1) e Noruega (0).

O jogo de estreia foi presenciado por 42.137 torcedores, segundo dados oficiais, o maior público já registrado em uma partida de futebol no país. Poucas horas depois, em Sydney, Austrália, foi a vez de a seleção australiana entrar em campo, marcando uma vitória de 1 a 0 sobre a Irlanda.

A abertura teve mais de 240 artistas e trouxe ao estádio as culturas aborígenes (termo geralmente usado para se referir aos povos indígenas da Oceania) das duas nações. O espetáculo começou com um canto do povo maori recebendo aborígenes australianos em campo.

Povo maori: indígenas nativos das ilhas da Nova Zelândia.

Assista à transmissão completa da cerimônia

Representações gigantescas da origem de ambos os países, conforme as culturas indígenas locais, assumiram a apresentação com diferentes cores. Simbolizando a Nova Zelândia, os dançarinos deram vida a uma arraia gigante que, segundo as lendas do povo maori, teria sido pescada pela divindade Maui, dando origem à Ilha Norte neozelandesa. Já a Austrália foi encarnada por uma cobra mitológica gigantesca.

Dançarinos se apresentam representando seleções do torneio com a pinguim Tazuni, mascote oficial da Copa de 2023. Crédito de imagem: Buda Mendes/Getty Images/reprodução

A Fifa apresentou Tazuni, a mascote do evento, no Twitter, em tradução livre do inglês: “Ela é confiante. Ela é estilosa. Ela é Tazuni. Com um nome que vem de uma mistura de Tasman Sea [Mar da Tasmânia], em que ela nasceu, e unity [unidade, em inglês], esta jovem de 15 anos está pronta para capturar o espírito de um evento que irá além da excelência”.

Depois disso, todos os 32 países que disputam o torneio foram representados por dançarinos vestindo as cores de cada seleção. A artista neozelandesa Benee e a australiana Mallrat cantaram a música oficial da Copa deste ano, “Do It Again” (veja o clipe oficial abaixo).

Fontes: Fifa, Cazé TV e GE.

Ixi! Você bateu no paywall!

Ainda não é assinante? Assine agora e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Joca.

Assinante? Faça Login

Voltar para a home

Ou faça sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo do Joca

Assine

Enquete

Sobre qual assunto você gosta mais de ler no portal do Joca?

Comentários (1)

  • Samara Amaral de Oliveira

    6 meses atrás

    legal

Compartilhar por email

error: Contéudo Protegido