A carioca Rafaela Silva e o baiano Isaquias Queiroz foram eleitos os atletas do ano ao vencerem o Prêmio Brasil Olímpico, promovido pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), no Rio de Janeiro.


Rafaela Silva e sua medalha olímpica (Foto: COB)

Os dois atletas brilharam no ano de 2016. Isaquias foi autor de uma façanha que entrou para a história do esporte brasileiro, conquistando três medalhas olímpicas em uma única edição, durante os Jogos Rio 2016. Além de um bronze no C1 200m, ele conquistou outras duas medalhas de prata (C1 1000m e C2 1000m, ao lado de Erlon Souza).

Rafaela escreveu seu nome como a única judoca brasileira a se tornar campeã olímpica e mundial, além de ter conquistado o ouro no Grand Prix de Tbilisi e o bronze no Pan-americano de Havana. No fim do ano ela recebeu, da Associação dos Comitês Olímpicos Nacionais, um prêmio pelo desempenho mais inspirador dos Jogos Rio 2016.

“Gostaria que meu prêmio e minha medalha inspirassem mais meninas, jovens e mulheres. Quando eu era favorita, saí sem medalha. Desacreditada, saí com a medalha. “Por isso, acreditem,”  disse Rafaela que é judoca, campeã olímpica e mundial brasileira, medalhista de ouro na categoria até 57kg. Rafaela ainda faturou o troféu de Atleta da Torcida, por votação popular.


Isaquias Queiroz na canoagem (Foto: COB)

Isaquias é canoísta e venceu o prêmio do COB em 2015 por ser o maior medalhista do Brasil em uma edição dos Jogos, com três medalhas (duas pratas e um bronze).

“Estou tremendo, muito emocionado. Estou mais feliz este ano do que pelo prêmio de 2015, porque agora tenho as medalhas.” disse Isaquias que ainda desceu do palco e pediu a namorada, Laina Guimarães, em casamento. Grávida do atleta, ela aceitou.

Isaquias Queiroz pede a noiva em casamento ao receber Prêmio Brasil Olímpico Marcos Tristao/Exemplus/COB
O pedido de casamento (Foto: Marcos Tristao / Exemplus/COB)

A escolha dos melhores atletas em cada modalidade, assim como dos ganhadores do Troféu de Melhor Atleta do Ano, é feita por um júri formado por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte.

VEJA A LISTA DOS MELHORES POR MODALIDADE:

Atletismo: Thiago Braz
Badminton: Ygor Coelho
Basquete: Maybyner Hilário (Nenê)
Boxe: Robson Conceição
Canoagem Slalom: Pedro Gonçalves (Pepê)
Canoagem Velocidade: Isaquias Queiroz
Ciclismo BMX: Priscilla Carnaval
Ciclismo Estrada: Flávia Paparella
Ciclismo Mountain Bike: Raiza Goulão
Ciclismo Pista: Gideoni Monteiro
Desportos na Neve: Jaqueline Mourão
Desportos no Gelo: Isadora Williams
Esgrima: Nathalie Moellhausen
Futebol: Neymar Jr
Ginástica Artística: Diego Hypolito
Ginástica Trampolim: Rafael Andrade
Ginástica Rítmica: Natália Gaudio
Golfe: Adilson da Silva
Handebol: Maik Santos
Hipismo adestramento: João Victor Marcari Oliva
Hipismo CCE: Carlos Parro
Hipismo saltos: Pedro Veniss
Hóquei sobre grama: Stephane Smith
Judô: Rafaela Silva
Levantamento de pesos: Fernando Saraiva Reis
Lutas: Aline Silva
Maratona Aquática: Poliana Okimoto
Natação: Etiene Medeiros
Nado Sincronizado: Luisa Borges e Maria Eduarda Miccuci
Pentatlo moderno: Yane Marques
Polo Aquático: Felipe Perrone
Remo: Fernanda Nunes e Vanessa Cozzi
Rugby: Beatriz Futuro
Saltos Ornamentais: Hugo Parisi
Taekwondo: Maicon Andrade
Tênis: Bruno Soares
Tênis de mesa: Hugo Calderano
Tiro com arco: Anne Marcelle dos Santos
Tiro esportivo: Felipe Wu
Triatlo: Manoel Messias
Vela: Martine Grael e Kahena Kunze
Vôlei: Serginho Dutra
Vôlei de praia: Alison Cerutti e Bruno Schmidt

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (1)

  • EMEF ELIAS DE SIQUEIRA CAVALCANTI, DR.

    2 anos atrás

    eee

Compartilhar por email