O Ministério da Saúde mudou a recomendação sobre a vacina de febre amarela. Até agora, os brasileiros que moram ou que iam viajar para áreas consideradas de risco precisavam tomar duas doses em um intervalo de 10 anos. Agora, uma dose basta.

A vacina continua sendo a mesma, mas de acordo com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, o governo reavaliou os estudos e decidiu adotar a recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde), que diz que uma dose é suficiente para assegurar aos pacientes a imunidade ao longo da vida.

A dose única da vacina é recomendada nos estados do Espírito Santo, de Minas Gerais e em 69 municípios da Bahia. Nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, a vacinação também é recomendada, exceto para quem se dirige a áreas urbanas e às cidades de Niterói e Campinas.

A vacina é contraindicada para bebês menores de seis meses, grávidas, mulheres que estão amamentando, idosos com mais de 60 anos, pacientes com câncer, pessoas imunodeprimidas e pessoas com alergia grave à proteína do ovo.

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (2)

  • Heloisa Santos Cardoso do Nascimento

    5 anos atrás

    eu já tomei e muito doloroso mas é para o nosso bem

  • Jornal Joca

    4 anos atrás

    Sim, as vacinas nos protegem de doenças. Continue lendo as notícias do Joca para ficar bem informada ;-)

Compartilhar por email