O jogo entre Goiás e São Paulo, previsto para 9 de agosto, no fim de semana de estreia do Campeonato Brasileiro de futebol masculino, foi suspenso após dez dos 23 jogadores do clube goiano serem diagnosticados com covid-19. A decisão foi anunciada minutos antes do horário da disputa — os jogadores do São Paulo já estavam no gramado quando receberam a notícia.

Horas antes do jogo, o Goiás solicitou que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), órgão que julga questões relacionadas ao esporte, adiasse a partida. A entidade aceitou o pedido pouco antes do horário da disputa, que será remarcada.

Repercussão
Torcedores e jornalistas esportivos questionaram a demora no anúncio da suspensão. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) afirmou, em nota, que “o adiamento da partida foi definido assim que chegaram os resultados da contraprova dos testes solicitados pelo Goiás”. Além disso, a CBF alega que a entidade e o clube só receberam os resultados dos exames, realizados pelo hospital Albert Einstein, de São Paulo, no domingo de manhã, em virtude de um problema na entrega. “A comissão médica da CBF já determinou à instituição hospitalar que assegure o cumprimento do prazo correto de envio dos resultados dos exames”, afirma a nota.

Em comunicado, o hospital Albert Einstein disse que “identificou uma falha técnica na coleta das amostras, feita em um laboratório parceiro em Goiás”. A instituição, então, alegou que as amostras “foram refeitas e encaminhadas para análise no laboratório do hospital em São Paulo, sem nenhum prejuízo aos prazos estabelecidos para apresentação dos resultados”.

Primeira rodada do Brasileirão
A vitória do Athletico Paranaense por 2 a 0 sobre o Fortaleza abriu o campeonato, em 8 de agosto. A previsão era de que o torneio começasse em maio, mas, por causa da pandemia, foi adiado. O campeão só será conhecido em 2021.

Para evitar contaminações, a CBF estabeleceu regras de segurança, como realizar testes nos técnicos e jogadores antes de cada rodada. Quem tiver resultado positivo não participará das partidas até que a comissão médica da CBF permita a volta. A presença de torcida nos estádios está proibida.

“Fiquei feliz com meu desempenho”, disse o colombiano Aguilar, do Athletico Paranaense, sobre a vitória na estreia#pracegover: jogadores do Athletico Paranaense, usando uniforme branco e preto, fazem uma troca de passes com a bola em campo de futebol. Foto: Fabio Wosniak/Site Oficial

Fontes: CBF, Estadão, STJD e UOL.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 154 do jornal Joca.

Enquete

Na sua opinião, até agora, qual foi o fato mais importante de 2020 (além da pandemia do novo coronavírus)?

Comentários (1)

  • Victor

    2 semanas atrás

    já estão querendo voltar as coisas sendo que a pandemia ainda não passou por isso 23 jogadores do goiás estão com covd-19 ou coronavirus

Compartilhar por email