O presidente brasileiro, Michel Temer, venceu a votação que aconteceu ontem (13) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a qual pedia que ele fosse investigado por uma denúncia de corrupção passiva, o que poderia afastá-lo do cargo.

Entre os 66 deputados da comissão parlamentar, 40 votaram contra o prosseguimento da denúncia contra o presidente no Supremo Tribunal Federal, e 25 votaram a favor da abertura do processo contra Michel Temer. Houve uma abstenção.

Para que o processo fosse aprovado, eram necessários 34 votos a favor da recomendação.

A decisão não é definitiva, pois haverá outra votação na Câmara dos Deputados, no dia 2 de agosto.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email