A missão-teste SpaceX Dragon voltou à Terra com segurança após passar cinco dias ancorada na Estação Espacial Internacional, estrutura que fica na órbita do planeta. A cápsula, que caiu no mar, a 450 quilômetros do Cabo Canaveral (Flórida, EUA), no dia 8 de março, levava um manequim com sensores e tinha como objetivo testar se a espaçonave tinha condições de transportar astronautas para o espaço.

Realizado pela Agência Espacial Norte-Americana (Nasa), em parceria com a SpaceX, empresa de foguetes e espaçonaves, o teste representa um passo importante para a exploração norte-americana do espaço, já que há oito anos os Estados Unidos não realizam missões próprias para enviar astronautas para fora da Terra — nesse período, o país dependeu das naves russas para isso.

Daqui para a frente, espera-se que os EUA usem a SpaceX Dragon e outra espaçonave que está sendo desenvolvida. Além disso, de acordo com declaração recente da Nasa, é provável que o primeiro ser humano a pisar em Marte seja uma mulher astronauta, mas ainda não há previsão para que isso aconteça.

#pracegover: a imagem é de uma espaçonave da SpaceX. O corpo principal da nave é branco e traz o nome SpaceX escrito.

Humanos em Marte
Além de enviar pessoas para a Estação Espacial Internacional, a SpaceX tem planos de mandar seres humanos que não são astronautas para Marte. A primeira missão, que, de acordo com a empresa, acontecerá em 2024, transportará equipamentos, construirá uma estrutura para abastecer espaçonaves e criará uma base, que poderá se transformar em uma cidade.

O presidente da SpaceX, Elon Musk, afirmou no Twitter que, no futuro, uma viagem para Marte poderá custar menos de 500 mil dólares (cerca de 1,9 milhão de reais). “Acessível o bastante para que a maioria das pessoas com boas situações financeiras possa vender a casa na Terra e se mudar para lá”, escreveu.

Fontes: BBC, CNN, Folha de S.Paulo, Nasa, Olhar Digital, Space, SpaceX e Twitter Elon Musk.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 127 do jornal Joca.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email