ESA astronaut Tim Peake photographed the SpaceX Dragon cargo craft as it undocked from the International Space Station on May 11, 2016. Scheduled to splashdown in the Pacific Ocean at 2:55 p.m. EDT, the spacecraft will return the final batch of human research samples from former NASA astronaut Scott Kelly’s historic one-year mission. Foto: NASA

Foto: NASA

A cápsula não tripulada Dragon, da empresa americana SpaceX, pousou no oceano Pacífico depois de voltar da Estação Espacial Internacional (ISS).

A Dragon transportou centenas de quilos de material de pesquisa científica da Estação Espacial Internacional.

A Dragon tinha sido lançada pelo braço robótico da ISS pouco menos de seis horas antes, relatou a Agência Espacial Americana (Nasa), que retransmitiu ao vivo as imagens da manobra.

A cápsula ligou seus três motores para se distanciar lentamente da estação orbital, à qual havia-se acoplado em 10 de abril e para onde levou mais de três toneladas de provisões, alimentos e água para os seis membros da equipe da ISS, assim como equipamentos e material destinados a experimentos científicos.

A Dragon deixou a órbita terrestre pouco antes das 18h GMT (15h em Brasília) e submergiu durante uma hora na atmosfera. Graças a três enormes paraquedas, conseguiu frear cinco minutos antes de tocar a superfície do oceano.

O pouso ocorreu no litoral do estado mexicano da Baixa Califórnia.

A cápsula transportou mais de 1,6 tonelada de equipamentos, incluindo os materiais de pesquisas realizadas em humanos, em Biologia e Biotecnologia, assim como em Física, disse a Nasa, em um comunicado.

Também trouxe amostras de estudos feitos na missão de quase um ano do astronauta americano Scott Kelly e de seu colega russo Mikhail Kornienko.

A Dragon é a única nave capaz de transportar carga de volta à Terra depois de uma missão em órbita.

A sonda irá devolver o lote final de amostras de pesquisa em humanos a partir da histórica missão de um ano do ex-astronauta Scott Kelly.

 

Saiba mais: 

Dragon é o nome de uma espaçonave capaz de levar carga e/ou uma tripulação de até sete pessoas à uma órbita terrestre baixa.
Ela tem a capacidade de se ligar aos segmentos não-russos da Estação Espacial Internacional.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email