Por alunos do 4° ano C da Emef Professor Laerte José dos Santos, Osasco (SP)

O concurso Comedy Wildlife Photography Awards (Prêmios de Fotografia de Comédia da Vida Selvagem, em português) chega à quinta edição, premiando as melhores — e mais engraçadas — fotografias de animais selvagens pelo mundo. São em torno de 15 fotos escolhidas a cada ano em categorias como Criatura no Ar, No Fundo do Mar e Júnior, que premia fotógrafos de até 16 anos. O anúncio dos vencedores acontece em 13 de novembro.

passarinhos em situação cômica
#pracegover: dois passarinhos, com penas verdes e amarelas estão em um galho de árvore. Um deles olha para a esquerda enquanto o outro está com o bico aberto. Foto: Stéphanie Habrich.

“O prêmio surgiu na Tanzânia, onde eu e Paul Joynson Hicks nos encontramos como fotógrafos profissionais”, explicou o norte-americano Tom Sullam, um dos criadores do concurso e presidente do júri que escolhe as melhores fotos. “A competição foi criada para mostrar animais selvagens ao redor do mundo. Queremos passar uma mensagem positiva e otimista sobre os animais”, disse, em resposta aos alunos do 4° ano C da escola Professor Laerte. Leia a entrevista completa.

Tom-Sullam_Reporter-Mirim-Edicao-138
#pracegover: na imagem, Tom Sullam está de perfil. Ele usa camiseta verde e barba, e tem cabelo grisalho. Foto: arquivo pessoal.

Danielly P.: Quais eram as intenções de vocês ao criar a competição?
Buscamos um jeito de atrair a atenção das pessoas para as questões de conservação dos animais por meio de uma mensagem engraçada e positiva. Por isso, não permitimos fotos de bichos aprisionados ou em que a vida selvagem parece manipulada. Queremos fotos desses animais em situações naturalmente engraçadas.

Sarah P.: Crianças podem participar do concurso?
SIM! Temos a categoria Júnior, até 16 anos. Em 2018, um garoto chamado Arshdeep Singh ganhou com uma imagem fantástica de uma coruja. Era uma foto excelente, não só porque foi bem tirada, como também por nos fazer rir alto.

Felipe L.: Algum brasileiro já participou do concurso e foi selecionado?
SIM! No ano passado, tivemos fotógrafos de mais de 85 países na competição. Muitos brasileiros participam to dos os anos, mas ainda não tivemos um vencedor do Brasil.

Pedro C.:  Como as fotos são selecionadas?
Não é um processo fácil. Temos milhares de inscrições, e eu e o Paul escolhemos as 40 melhores. Uma vez que são selecionadas, as imagens são exibidas para os juízes (que são cerca de dez pessoas) e eles dão notas de 0 a 50 para cada foto. Calculamos as pontuações, e a imagem com mais pontos vence. O vencedor ganha um safári cinco estrelas de luxo durante sete dias no Quênia. O premiado pode levar o melhor amigo, um familiar ou uma pessoa de que goste para que a experiência fique ainda melhor!

João S.: O voto para escolher as fotos é público ou secreto?
As notas dos juízes são secretas, mas nós também temos o voto popular, que permite a todo mundo que gosta de competição votar na sua foto favorita. Em 2018, o vencedor da competição geral também ganhou na categoria Voto Popular, o que significa que os juízes definitivamente fizeram a escolha certa.

Miguel S.: Algum fotógrafo que participou do concurso já foi atacado por um animal?
Essa é uma ótima pergunta! E, honestamente, nós não sabemos a resposta para ela. Isso daria uma ótima história, mas eu espero, pela segurança de todos, que ninguém tenha sido atacado.

Julia L: O que um fotógrafo faz para se proteger dos animais quando está tirando fotos durante a noite?
Outra boa pergunta. A principal atitude que o fotógrafo deve ter quando está tirando fotos durante a noite é ficar bem escondido em um abrigo. Se isso não for possível, ele deve ter um amigo ou pessoa de confiança para ficar de olho enquanto está tirando fotos. É importante sempre estar atento quando você está no meio da vida selvagem e ter certeza de que não vai incomodar os animais em suas atividades naturais.

Bruna M.: É possível ver as fotos selecionadas na internet?
Claro, nós temos nosso site [comedywildlifephoto.com], que mostra as melhores imagens dos últimos quatro anos. Em setembro, exibimos os 40 finalistas de cada edição. Visitem nosso site, esperamos que gostem!

Confira algumas fotos finalistas da edição 2019 da competição no site do Joca: jornaljoca.com.br. A votação do público na imagem mais engraçada está aberta até 20 de outubro no site do concurso: bit.ly/fotos-animais-voto — quem vota concorre a um tablet.

Joao-S-Reporter-Mirim-Edicao-138
#pracegover: João S. segura um jornal Joca. Ele veste camiseta branca com detalhes em verde e está na frente de uma parede forrada com papéis coloridos. Ele tem cabelos castanhos e curtos. Foto: jornal Joca.
Sarah-P-Reporter-Mirim-Edicao-138
#pracegover: Sarah P. segura uma edição do jornal Joca. Ela usa camiseta branca com detalhes em verde. Está na frente de uma parede branca. Seus cabelos, em tom de castanho, estão presos. Foto: jornal Joca.
Pedro-C-Reporter-Mirim-Edicao-138
#pracegover: Pedro C. segura uma edição do jornal Joca. Ela usa camiseta branca com detalhes em verde. Está na frente de uma parede branca. Seus cabelos, em tom entre loiro e castanho-claro, é curto. Foto: jornal Joca.
Miguel-S-Reporter-Mirim-Edicao-138
#pracegover: MIguel S. segura uma edição do jornal Joca. Ela usa camiseta branca com detalhes em verde. Está no corredor de uma escola. Seus cabelos, em tom de castanho, são curtos. Foto: jornal Joca.
Julia-L-Reporter-Mirim-Edicao-138
#pracegover: Julia L. segura uma edição do jornal Joca. Ela usa camiseta branca e casaco verde verde. Está na frente de uma louca branca onde se lê “especial – Brumadinho”. Seus cabelos, em tom de castanho, são compridos e estão enfeitados com um laço cor-de-rosa. Foto: jornal Joca.
Felipe-L-Reporter-Mirim-Edicao-138
#pracegover: Felipe L. segura uma edição do jornal Joca. Ela usa camiseta branca com detalhes em verde. Está na frente de um mapa-múndi pendurado na parede. Seus cabelos, em tom de castanho, são curtos. Foto: jornal Joca.
Danielly-P-Reporter-Mirim-Edicao-138
#pracegover: Danielly P. segura um jornal Joca. Ele veste casaco verde e está na frente de uma parede forrada com papéis coloridos. Ele tem cabelos castanhos, presos e enfeitados por prendedores vermelhos. Foto: jornal Joca.
Bruna-M-Reporter-Mirim-Edicao-138
#pracegover: Bruna M. segura um jornal Joca. Ele veste camiseta branca com detalhes em verde e está no corredor de uma escola. Ele tem cabelos castanhos compridos e usa uma tiara branca com bolinhas amarelas. Foto: jornal Joca.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 138 do jornal Joca.

Enquete

O que você mais tem feito pela sua saúde mental durante a pandemia?

Comentários (0)

Compartilhar por email