Um estudo do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) revelou que 43,7% dos estudantes do Brasil com 15 anos de idade, trabalham antes ou depois das aulas escolares.

A pesquisa, divulgada nessa quarta-feira (19), revela ainda que o país é um dos seis com o maior número de jovens estudantes no mercado de trabalho.

Hoje, o Brasil fica apenas atrás da Tunísia (47,2%), da Costa Rica (45,3%), da Romênia (45,3%), da Tailândia (43,9%) e do Peru (43,8%), segundo a Organização para Cooperação de Desenvolvimento Econômico (OCDE), entidade que realizou o estudo.

O país com menor número de estudantes no mercado de trabalho é a Coreia do Sul, com 5,9%.

Foram avaliados 72 países, sendo 35 membros da OCDE e 37 parceiros, com participação de aproximadamente 540 mil estudantes de 15 anos. Realizado em 2015, o estudo avaliou alunos brasileiros matriculados a partir do sétimo ano do Ensino Fundamental.

O objetivo do estudo é medir o conhecimento e a habilidade em leitura, matemática e ciências de estudantes com 15 e 16 anos de idade tanto de países membros da OCDE, quanto de países parceiros.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email