kids_table

Uma pesquisa feita na Inglaterra, pela empresa de estudos de mercado Mintel Academic, concluiu que as mesas de jantar estão em extinção no país.

As vendas desses móveis caíram 8% nos últimos cinco anos.

A pesquisa afirma que 25% dos britânicos não têm mesa de jantar e que 31% só a usam em festas como Natal e Ano-Novo.

Muitos britânicos comem com o prato na mão, na frente da televisão.

HÁBITOS

Há tempos a mesa de jantar é considerada uma forma de unir a família.
É o momento em que todos se reúnem para comer e conversar.
A pesquisa diz que, hoje, com os games, computadores, celulares e a correria do dia a dia, a prática está diminuindo.

No Brasil, 40% das famílias não jantam juntas e 70% das famílias fazem refeição com a TV ligada.

O QUE DIZEM OS ESPECIALISTAS
Segundo o Journal of Family Psychology, se uma família faz em conjunto três refei- ções por semana, terá passado algo como uma hora (20 minutos por refeição) junta, conversando, trocando ideias. “Preservar o jantar em família é cultivar as relações. Não precisa ser o horário de “prestar contas” ou “ensinar tudo de etiqueta à mesa”, mas, sim, de saber como foi o dia de cada um, trocar opiniões e rir junto. É impor- tante que seja um momento gostoso, para que todos tenham interesse em parti- cipar e não virar uma obrigação”, diz Natércia Tiba Machado, psicóloga de família.

VEJA O QUE ALGUMAS PESQUISAS CONCLUÍRAM:
Escola de Pedagogia de Harvard (EUA): quem faz refeições com a família come de maneira saudável, tem mais bem-estar físico e emocional.
Universidade de Columbia (EUA): quanto mais refeições com os pais, mais os fi- lhos vão bem na escola e menos bebem, fumam, usam drogas ou brigam. Universidade de Oxford (Inglaterra): uma pesquisa com 20 mil alunos mostrou forte relação entre refeições familiares e o bom desempenho nos exames escolares. Universidade de Minnesota (EUA): foi descoberto que as crianças entre 11 anos e 18 anos que jantam com a família comem mais frutas, vegetais e leguminosas.

O QUE DIZEM OS LEITORES

“Às vezes, eu acho chato parar de fazer alguma coisa para sentar na mesa e jantar. Mas depois acho legal conversar com meus pais e mi- nha irmã.” Nicolas P., 9 anos

IMG-20160415-WA0039

“É muito melhor comer com a família do que sozinho.” Daniel, 8 anos, Wish Bilingual School | Anália Franco

IMG-20160414-WA0230

“Refeições em família são bem importantes, porque, no dia a dia, a gente não consegue falar muito com os pais porque eles estão no tra- balho e as crianças, na escola.” Isabella, 10 anos, Wish Anália Franco

IMG-20160415-WA0038

“Eu acho que tem que desligar a TV no jantar, senão você não come e fica viciado.” Henry, 8 anos, Wish | Anália Franco

IMG-20160414-WA0229

“Eu não janto certo, janto com iPad, mas a janta é para pensar na comida e conversar com os pais.”
Renan, 8 anos, Wish | Anália Franco

IMG-20160414-WA0228 IMG-20160414-WA0226 IMG-20160414-WA0225  IMG-20160414-WA0223 IMG-20160414-WA0222  IMG-20160414-WA0230 IMG-20160414-WA0226 IMG-20160414-WA0224 IMG-20160414-WA0229 IMG-20160414-WA0222 IMG-20160414-WA0227

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email