Na capital da Bahia, Salvador, funcionários públicos ganharão um dia de folga se começarem a ir de bicicleta para o trabalho.

Para serem dispensados do serviço, os trabalhadores terão que provar que usaram a bike por pelo menos 15 dias.

Em um documento, além de registrarem as datas que usaram o meio de transporte, também deverão colocar assinaturas da pessoa responsável por verificar se o funcionário realmente usou a bicicleta.

Essa nova regra tem como objetivo diminuir o número de carros nas ruas e ajudar o meio ambiente, já que as bicicletas, ao contrário dos automóveis, não poluem.

Hoje, Salvador tem 145,04 km de espaços destinados a ciclistas. Esses espaços estão divididos em três tipos: ciclovia, ciclofaixa e ciclorotas..

As ciclovias são vias que só permitem a passagem de bicicletas. Para saber em que ponto ela começa e termina, geralmente são colocadas marcações, como muros ou faixas. Podem funcionar só aos fins de semana e feriados.

 

As ciclofaixas também não permitem a passagem de carros, caminhões e outros tipos de veículo. A diferença é que elas são delimitadas por uma cor. Em cidades como São Paulo, por exemplo, as ciclofaixas são faixas vermelhas pintadas no asfalto.

Ciclofaixa

Já as ciclorotas são vias divididas por automóveis e bicicletas.

Ciclorotas

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email